Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email
Compartilhar no reddit
dinheiro_freeimages-654365
|

A editora Abril golpista ganhará uma remuneração estatal de R$ 100.000,00 para “recuperação da crise” , com a aceitação do pedido de “recuperação judicial” pelo  juiz Paulo Furtado Oliverio, da 2ª Vara de Falências e Recuperações Judiciais de São Paulo.

O mesmo golpe e as mesma imprensa golpista que fazem propaganda da privatização geral do Brasil, recorre ao próprio Estado em momento de crise para garantir sua sobrevida de imprensa decadente e desacreditada pela população.

A alegação cínica da empresa no processo é de que a quase falência vem da “queda expressiva das receitas de publicidade, das vendas de assinatura e nas bancas como os principais motivos para o pedido”. Isso além “do custo da reestruturação da empresa”, vulgo, “demissão de funcionários”, e “encerramento de revistas” também terminou por ter “impacto negativo” nas receitas. A questão que fica é se os desempregados da editora Abril se beneficiarão com esse ganho judicial da editora. A resposta é clara: não, apenas os grandes capitalistas se beneficiam dessa distribuição de dinheiro.

Compartilhar no facebook
Compartilhe no seu Facebook!
Compartilhar no twitter
Tuite este artigo!
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no telegram
Telegram
Compartilhar no email
Email
Compartilhar no reddit
Reddit
Compartilhar no facebook
Compartilhe
Compartilhar no twitter
Tuite este artigo!
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email
Compartilhar no reddit
Relacionadas