HAMBURGUER_1
SHARE

São Paulo: vermelho marcou presença em ato por “Fora Bolsonaro”

Anterior
Próximo

Transporte

Imprensa cubana denuncia dificuldades graças a embargo

A imprensa denunciou nessa semana as causas dos diversos problemas envolvendo o transporte na ilha, como resultado da política do imperialismo

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram

Imperialismo – Reprodução

Publicidade

Por Prensa Latina

O bloqueio dos Estados Unidos a Cuba afeta hoje o setor de transportes, pois impede o acesso a determinados fornecedores de combustível e causa perdas de mais de 312 milhões de dólares em um ano.
Isso se reflete no relatório que a ilha apresentará às Nações Unidas no dia 23 de junho para exigir mais uma vez o fim do cerco a Washington.

Entre abril de 2019 e março de 2020, as medidas coercivas aprovadas pela administração anterior de Donald Trump causaram a interrupção dos contratos e efeitos no sistema de transporte da ilha.

De acordo com o relatório, a empresa Consultores Marítimos S.A reportou um prejuízo de $ 160.000, devido ao fato de que as companhias de cruzeiros não receberam autorização para operar nos portos cubanos.

‘Esta situação fez com que a maioria das empresas optasse pelo cancelamento total de seus vínculos com empresas cubanas e pelo fechamento dos contratos firmados’, diz o texto.

Devido ao aumento do bloqueio norte-americano, prossegue o documento, não foi possível adquirir o combustível de aviação B-100 previsto para agosto, setembro e outubro de 2019.

Diante de tal cenário, 2.500 horas produtivas de voo não foram executadas e isso representou um impacto de aproximadamente US $ 855 mil 229.

‘A empresa Ómnibus Nacionales registrou prejuízos à produção e aos serviços superiores a 51 milhões de dólares’ em decorrência das proibições à chegada de abastecimento de combustíveis, informou a Chacelaria.

Por este mesmo motivo, entre setembro e dezembro de 2019, Cuba notificou danos ao transporte público urbano de ônibus.

O Estado calculou que ‘75,8 milhões de passageiros deixaram de ser transportados em 2019, ante 2018. Com isso, perderam uma receita de US $ 21 milhões’.

Apesar desses números e do uso de mais de 240 medidas coercitivas pelos Estados Unidos, o Governo da ilha fez um apelo à modernização do setor de transportes com uma abordagem interdisciplinar por meio do uso da ciência, tecnologia e inovação.

Recentemente, o presidente do país caribenho, Miguel Díaz-Canel, pediu um melhor aproveitamento dos conselhos técnicos consultivos, a formação de mão de obra qualificada, a informatização e o sistema ferroviário.

Segundo o Chancelaria, o bloqueio constitui o maior obstáculo ao desenvolvimento nacional e uma violação dos direitos humanos.

‘Os prejuízos acumulados em seis décadas são de 144 mil 413 milhões de dólares e, entre abril de 2019 e março de 2020, a ação causou prejuízos de mais de cinco bilhões de dólares, número recorde para um ano’, disse.

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram

A você que chegou até aqui,

agradecemos muito por depositar sua confiança no nosso jornalismo e aproveitamos para fazer um pequeno pedido.

O Diário Causa Operária atravessa um momento decisivo para o seu futuro. Vivemos tempos interessantes. Tempos de crise do capitalismo, de acirramento da luta de classes, de polarização política e social. Tempos de pandemia e de política genocida. Tempos de golpe de Estado e de rebelião popular. Tempos em que o fascismo levanta a cabeça e a esquerda revolucionária se desenvolve a olhos vistos. Não é exagero dizer que estamos na antessala de uma luta aberta entre a revolução e a contrarrevolução. 

A burguesia já pressentiu o perigo. As revoltas populares no Equador, na Bolívia e na Colômbia mostraram para onde o continente caminha. Além da repressão pura e simples, uma das armas fundamentais dos grandes capitalistas na luta contra os operários e o povo é a desinformação, a confusão, a falsificação e manipulação dos fatos, quando não a mentira nua e crua. Neste exato momento mesmo, a burguesia se esforça para confundir o panorama diante do início das mobilizações de rua contra Bolsonaro e todos os golpistas. Seus esforços se dirigem a apagar as linhas que separam a direita da esquerda, os golpistas dos lutadores contra o golpe, substituir o vermelho pelo verde e amarelo nas ruas e infiltrar verdadeiros inimigos do povo dentro do movimento popular. O Diário Causa Operária se coloca na linha de frente do enfrentamento contra a burguesia, sua política e suas manobras. 

Diferentemente de outros portais, mesmo os progressistas, você não verá anúncios pagos aqui. Não temos financiamento ou qualquer patrocínio dos grandes capitalistas. Isso porque entre nós e eles existe uma incompatibilidade absoluta — são os nossos inimigos. 

Estamos comprometidos de maneira intransigente com a defesa dos interesses dos trabalhadores, do povo pobre e oprimido. Somos um jornal classista, aberto e gratuito, e queremos continuar assim. Trabalhamos dia e noite para que o DCO cresça, se desenvolva e seja lido pelas amplas massas da população. A independência em relação à burguesia é condição para o sucesso desta empreitada. Mas o apoio financeiro daqueles que entendem a necessidade de uma imprensa vermelha, revolucionária e operária, também o é.  

Se já houve um momento para contribuir com o DCO, este momento é agora. Qualquer contribuição, grande ou pequena, faz tremenda diferença. Apoie o DCO com valores a partir R$ 20,00. Obrigado.

Apoie um jornal vermelho, revolucionário e independente

Em tempos em que a burguesia tenta apagar as linhas que separam a direita da esquerda, os golpistas dos lutadores contra o golpe; em tempos em que a burguesia tenta substituir o vermelho pelo verde e amarelo nas ruas e infiltrar verdadeiros inimigos do povo dentro do movimento popular, o Diário Causa Operária se coloca na linha de frente do enfrentamento contra tudo isso. 

Diferentemente de outros portais , mesmo os progressistas, você não verá anúncios de empresas aqui. Não temos financiamento ou qualquer patrocínio dos grandes capitalistas. Isso porque entre nós e eles existe uma incompatibilidade absoluta — são os nossos inimigos. 

Estamos comprometidos incondicionalmente com a defesa dos interesses dos trabalhadores, do povo pobre e oprimido. Somos um jornal classista, aberto e gratuito, e queremos continuar assim. Se já houve um momento para contribuir com o DCO, este momento é agora. ; Qualquer contribuição, grande ou pequena, faz tremenda diferença. Apoie o DCO com doações a partir de R$ 20,00 . Obrigado.

Quero saber mais antes de contribuir

 

Apoie um jornal vermelho, revolucionário e independente

Em tempos em que a burguesia tenta apagar as linhas que separam a direita da esquerda, os golpistas dos lutadores contra o golpe; em tempos em que a burguesia tenta substituir o vermelho pelo verde e amarelo nas ruas e infiltrar verdadeiros inimigos do povo dentro do movimento popular, o Diário Causa Operária se coloca na linha de frente do enfrentamento contra tudo isso. 

Diferentemente de outros portais , mesmo os progressistas, você não verá anúncios de empresas aqui. Não temos financiamento ou qualquer patrocínio dos grandes capitalistas. Isso porque entre nós e eles existe uma incompatibilidade absoluta — são os nossos inimigos. 

Estamos comprometidos incondicionalmente com a defesa dos interesses dos trabalhadores, do povo pobre e oprimido. Somos um jornal classista, aberto e gratuito, e queremos continuar assim. Se já houve um momento para contribuir com o DCO, este momento é agora. ; Qualquer contribuição, grande ou pequena, faz tremenda diferença. Apoie o DCO com doações a partir de R$ 20,00 . Obrigado.

Quero saber mais antes de contribuir

 

Apoie um jornal vermelho, revolucionário e independente

Em tempos em que a burguesia tenta apagar as linhas que separam a direita da esquerda, os golpistas dos lutadores contra o golpe; em tempos em que a burguesia tenta substituir o vermelho pelo verde e amarelo nas ruas e infiltrar verdadeiros inimigos do povo dentro do movimento popular, o Diário Causa Operária se coloca na linha de frente do enfrentamento contra tudo isso. 

Se já houve um momento para contribuir com o DCO, este momento é agora. ; Qualquer contribuição, grande ou pequena, faz tremenda diferença. Apoie o DCO com doações a partir de R$ 20,00 . Obrigado.