Enxotar os golpistas!
Em todo o país, o governo fascista de Bolsonaro e da direita adotou a campanha de intervir nas reitorias das universidades e institutos federais.
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email
Compartilhar no reddit
fora andre
Faixa contra reitoria golpista no IFSC. | Foto: Reprodução

Após intervenção bolsonarista no Instituto Federal de Santa Catarina – IFSC, golpistas processam estudantes por protestarem contra a fraude. Segundo denúncia na Carta Capital, estudantes protestaram no Conselho de Dirigentes, utilizando expressões julgadas como “ofensivas” pela atual pró-reitora golpista de Administração por chamá-los pelo que são: golpistas, interventores. Tais ditas “ofensas” fizeram com que a gestão farsesca do Instituto movesse processo legal contra os estudantes, pedindo absurdas indenizações de 10 mil reais por “danos à honra”, numa tentativa clara de censurar os estudantes, que já estão em situação de evidente inferioridade nos órgãos administrativos das instituições federais de ensino superior, e perseguir quadros do movimento estudantil.

Em protesto contra a reitoria fascista, no qual fariam ato simbólico de posse do reitor que de fato foi eleito, manifestantes se depararam com elementos da típica inimiga do povo, a polícia militar, em frente à reitoria, reitoria esta que chamou a polícia para impedir a manifestação marcada para ocorrer no interior do prédio. A reitoria ainda buscou levar adiante ato de censura prévia pelo judiciário da campanha movida pela seção no IFSC do Sindicato Nacional dos Servidores Federais da Educação Básica e Profissional. A reitoria moveu inquérito contra a seção sindical, que acertadamente fez uma campanha pública contra a intervenção bolsonarista no IFSC espalhando outdoors, faixas e imagens na internet.

A gestão bolsonarista interventora se permite o descalabro, o absurdo, a farsa total de perseguir estudantes ao se dizer lesada por ter que encarar o resultado de suas próprias ações golpistas, porque acredita poder encarar a força do movimento estudantil. É necessário demonstrar, por A mais B, o erro desta decisão. Em todo o país, o governo fascista de Bolsonaro e da direita adotou a campanha de intervir nas reitorias das universidades e institutos federais. A luta estudantil, portanto, deve se radicalizar, utilizar os meios que forem necessários para enxotar os golpistas, inimigos do ensino superior, das reitorias dessas instituições, e não perder de vista que não haverá vitória sem uma ampla luta contra o golpe de Estado, contra o regime golpista de conjunto. Mais que isso, no ensino superior, deve ser recuperada e tocada com a maior intensidade a pauta do governo tripartite, único meio para que de fato haja democracia nas universidades e institutos federais, impossibilitando a ingerência de inimigos da educação de qualquer governo sobre as comunidades realmente interessadas na gestão. A educação pública deve servir unicamente aos interesses da população, e não de projetos de pequenos ditadores indicados por um fascista capacho empossado no governo federal por um golpe movido pelos EUA. Fora Bolsonaro e todos os golpistas! Fazer recuar o golpe, com Lula candidato!

Compartilhar no facebook
Compartilhe no seu Facebook!
Compartilhar no twitter
Tuite este artigo!
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no telegram
Telegram
Compartilhar no email
Email
Compartilhar no reddit
Reddit
Compartilhar no facebook
Compartilhe
Compartilhar no twitter
Tuite este artigo!
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email
Compartilhar no reddit
Relacionadas