Niterói (RJ)
Descaso revela política da direita para a população de cidade carioca
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email
Compartilhar no reddit
caps
Caps no Rio de Janeiro | Foto: Reprodução

Desde o mês de janeiro, antes mesmo de o coronavírus chegar ao Brasil — ao menos, segundo as estatísticas oficiais —, os pacientes do Hospital Psiquiátrico de Jurujuba e do Centro de Atenção Psicossocial (Caps) da cidade de Niterói se encontram sem medicamentos. Segundo familiares dos pacientes, é comum que a entrega dos remédios atrase no início do ano, mas a situação costuma se regularizar em março. Com a pandemia, a situação se tornou catastrófica em meio a um dos setores mais vulneráveis da população.

Compartilhar no facebook
Compartilhe no seu Facebook!
Compartilhar no twitter
Tuite este artigo!
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no telegram
Telegram
Compartilhar no email
Email
Compartilhar no reddit
Reddit
Compartilhar no facebook
Compartilhe
Compartilhar no twitter
Tuite este artigo!
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email
Compartilhar no reddit
Relacionadas