Porto Seguro (BA)
O Hospital Regional na cidade está superlotado e sem unidade de tratamento intensivo para receber novos casos graves de Covid-19. Para mudar essa situação é preciso mobilzar!
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email
Compartilhar no reddit
hospital luis eduardo magalhães
Fachada do HRDLEM. Imagem: reprodução. |

Neste domingo (24/05), a Diretoria Técnica do HRDLEM (Hospital Regional Deputado Luís Eduardo Magalhães) divulgou “comunicado urgente” onde afirma que o hospital tem dos os seus leitos de UTI preenchidos com pacientes em estado grave de Covid-19.

Esse cenário já era totalmente previsto e nada foi feito, pois o HRDLEM atende diversos outros municípios da região, e os números de coronavírus só aumentavam.

A farsa é tamanha que mesmo se a população da região ficasse 60% em quarentena total, sem ir trabalhar ou sair de casa nem para ir ao supermercado (o que é impossível nas condições econômicas da população), não teríamos o mínimo de leitos. Isso porque o hospital possui a vergonhosa marca de apenas 10 leitos de UTI, que não dá conta nem antes da pandemia.

Esses dados mostra a farsa da campanha realizada pelos governos da direita de fique em casa, pois não há as mínimas condições de ficar em casa e se houver alguma contaminação com agravamento da doença não existe leitos para o mínimo da população.

Esse quadro não será alterado com tuitaços ou panelas, acionar ministério público ou qualquer órgão da justiça.

Se as organizações de esquerda não se mobilizarem e organizar os trabalhadores esse cenário não vai mudar minimante e a população vai morrer aos montes. Isso porque não vão usar o dinheiro público na saúde e na população e sim para esses recursos nas mãos dos empresários ou pagamento de dívidas estratosféricas do município. Ficar repetindo de maneira vazia “fique em casa” é uma enorme farsa para culpar a população diante da total paralisia dos governos de direita.

Há uma tendência dos patrões e dos governos de direita a acabar com o isolamento social. Em Porto Seguro os patrões já se mobilizam e organizam manifestações para a abertura do comércio.

É preciso organizar a população e os trabalhadores para realizar atos e greves para forçar a criação de unidades de tratamento intensivo, pois os números vão crescer independente do isolamento.

 

Compartilhar no facebook
Compartilhe no seu Facebook!
Compartilhar no twitter
Tuite este artigo!
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no telegram
Telegram
Compartilhar no email
Email
Compartilhar no reddit
Reddit
Compartilhar no facebook
Compartilhe
Compartilhar no twitter
Tuite este artigo!
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email
Compartilhar no reddit
Relacionadas