Estados Unidos
Cidade com maior número de casos de coronavírus nos Estados Unidos, Nova Iorque está tendo de recorrer a uma série de improvisos para atender as novas demandas.
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email
Compartilhar no reddit
hospital
Chegada de paciente a hospital de Nova Iorque. Foto: Dave Sanders / The New York Times |

Da redação – Nos últimos dias, os Estados Unidos passou a ser o epicentro da pandemia de coronavírus, tomando o posto outrora ocupado pela Itália. No país americano, a principal cidade que tem apresentado casos da doença é a de Nova Iorque, com 75 mil casos e 1.550 mortes. Segundo os últimos relatos, a capacidade dos hospitais nova-iorquinos saturou, de modo que a Agência Federal de Gestão de Emergências dos EUA teve de enviar 250 ambulâncias, cerca de 500 técnicos de emergência médica e paramédicos e 85 caminhões frigoríficos para utilizá-los como necrotérios temporários. A Marinha dos EUA enviou o navio-hospital Comfort para atender a pacientes com o novo coronavírus.

Compartilhar no facebook
Compartilhe no seu Facebook!
Compartilhar no twitter
Tuite este artigo!
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no telegram
Telegram
Compartilhar no email
Email
Compartilhar no reddit
Reddit
Compartilhar no facebook
Compartilhe
Compartilhar no twitter
Tuite este artigo!
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email
Compartilhar no reddit
Relacionadas