HAMBURGUER CE1920
SHARE

Biden, o pior inimigo dos imigrantes

Partido revolucionário

Hora de construir o Partido que quer derrubar o governo nas ruas

A construção do Partido da Causa Operária é uma tarefa central neste período da luta de classes, uma ferramenta para derrotar o bloco golpista e os fascistas.

Ato do 1º de maio na Sé realizado “contra tudo e todos” quebrou a paralisia imposta pelas direções da esquerda – Reprodução

O Partido da Causa Operária (PCO) realizou uma reunião plenária no domingo, 20 de junho, com o objetivo de analisar as mobilizações e fazer um balanço político do momento.

O desenvolvimento das mobilizações demonstrou que o PCO é o único partido que tem uma diretriz para a situação política, no sentido de impulsionar a luta da classe trabalhadora contra o bloco político golpista e a extrema-direita bolsonarista que promovem o maior genocídio da história do País, que já soma mais de 500 mil mortes oficiais.

O conjunto da esquerda aderiu à política da burguesia do “fica em casa” desde o início da pandemia. Enquanto as direções políticas da esquerda e dos sindicatos fecharam as sedes partidárias e sindicais, os trabalhadores foram forçados a trabalhar normalmente. Durante mais de um ano, as atividades políticas foram suspensas, enquanto os partidos da direita golpista aprovaram medidas de ataques aos direitos históricos dos trabalhadores no Congresso Nacional. 

As mobilizações estavam represadas pela política das direções. As bases queriam se mobilizar, mas as direções serviam como um freio e propagavam que as mobilizações serviriam para expandir a contaminação pelo COVID-19. Desde o primeiro instante, o PCO insistiu que suspender as atividades e deixar os trabalhadores à mercê da direita se tratava de uma perigosa capitulação, que ia custar muito caro. Passados mais de um ano, os resultados dessa política são evidentes.

A mobilização do ato nacional do 1º de maio, realizado na Praça da Sé, com passeata até a Praça da República, rompeu a política de paralisia. O Partido da Causa Operária destacava que era preciso pressionar pelo rompimento da política capituladora através da mobilização. Depois desse ato, diversas mobilizações estouraram pelo País. 

O papel de uma política clara, baseada na análise da luta de classes, demonstra ser decisivo no desenvolvimento da situação política. É fato que o único partido político que convoca atos é o PCO e trava uma luta feroz no interior das organizações de esquerda para defender as mobilizações populares.

O Partido da Causa Operária denunciou insistentemente o golpe de Estado de 2016 e a fraude eleitoral de 2018, que tiveram como resultado a chegada de Jair Bolsonaro à presidência da República. Em todos os momentos, o combate se deu também contra a política da esquerda pequeno-burguesa, em geral atrelada à política da burguesia.  Com a vitória de Bolsonaro, o PCO alertou para o perigo da ascensão do fascismo e do golpe militar desde o primeiro momento.

Antes mesmo da posse de Bolsonaro, o PCO levantou a palavra de ordem Fora Bolsonaro. Em 2019, o partido se destacou na campanha pela liberdade do ex-presidente Lula. Dois atos políticos foram realizados em frente ao prédio da carceragem da Polícia Federal em Curitiba. Além disso, o partido defendeu em todas as suas intervenções nas ruas e nas organizações de esquerda, bem como na imprensa partidária, a centralidade da luta pela libertação do ex-presidente, a anulação dos processos fraudulentos da Lava Jato, a extinção da operação golpista coordenada pelo Departamento de Estado dos Estados Unidos e a plena restituição dos direitos políticos de Lula.

Ainda em 2019, o PCO se destacou no enfrentamento com os fascistas nos episódios de provocação em frente à embaixada de Cuba em São Paulo e na tentativa de invasão da sede da União Nacional dos Estudantes (UNE). Em todas essas ocasiões, a ação firme e decidida do partido resultou na derrota e recuo dos fascistas.

Já em 2020, o Partido combateu a adaptação da esquerda à extrema-direita bolsonarista, que se manifestou pela adesão ao verde-amarelismo frente-amplista. Nos enfrentamentos com os fascistas na Avenida Paulista, a diretriz política era não sair da principal rua da capital e enfrentar os fascistas que se manifestavam pelo golpe militar. A esquerda pequeno-burguesa, por sua vez, realizou um acordo com os fascistas e permitiu a infiltração e a desfiguração do caráter classista do movimento em prol da “democracia” pura, em abstrato.

O Partido da Causa Operária sempre declarou que a esquerda deve se apresentar como tal, com fisionomia política própria, sem ocultar seu programa, cores e tradições. A vitória contra os golpistas e a extrema-direita só pode acontecer com as mobilizações de massas nas ruas. O ato do 1º de maio, realizado “contra tudo e contra todos” (os golpistas e colaboracionistas), deu o impulso fundamental para as mobilizações massivas dos dias 29 de maio e 19 de junho.

A polarização política faz com que cresçam os pólos do espectro político. A extrema-direita se desenvolve e se prepara para os grandes enfrentamentos nas ruas. Por sua vez, é necessário avançar na construção do Partido da Causa Operária, que comprovou ser um fator-chave da situação política.

Venha para o partido revolucionário que propõe à derrubada do governo Bolsonaro e do bloco político golpista pela mobilização da população nas ruas de todo o País. Um partido que expressa a independência da classe operária, defende cada direito democrático conquistado pelos oprimidos e é consciente dos seus princípios e objetivos estratégicos. O Partido da Revolução, do Governo Operário e do Comunismo.

A você que chegou até aqui,

agradecemos muito por depositar sua confiança no nosso jornalismo e aproveitamos para fazer um pequeno pedido.

O Diário Causa Operária atravessa um momento decisivo para o seu futuro. Vivemos tempos interessantes. Tempos de crise do capitalismo, de acirramento da luta de classes, de polarização política e social. Tempos de pandemia e de política genocida. Tempos de golpe de Estado e de rebelião popular. Tempos em que o fascismo levanta a cabeça e a esquerda revolucionária se desenvolve a olhos vistos. Não é exagero dizer que estamos na antessala de uma luta aberta entre a revolução e a contrarrevolução. 

A burguesia já pressentiu o perigo. As revoltas populares no Equador, na Bolívia e na Colômbia mostraram para onde o continente caminha. Além da repressão pura e simples, uma das armas fundamentais dos grandes capitalistas na luta contra os operários e o povo é a desinformação, a confusão, a falsificação e manipulação dos fatos, quando não a mentira nua e crua. Neste exato momento mesmo, a burguesia se esforça para confundir o panorama diante do início das mobilizações de rua contra Bolsonaro e todos os golpistas. Seus esforços se dirigem a apagar as linhas que separam a direita da esquerda, os golpistas dos lutadores contra o golpe, substituir o vermelho pelo verde e amarelo nas ruas e infiltrar verdadeiros inimigos do povo dentro do movimento popular. O Diário Causa Operária se coloca na linha de frente do enfrentamento contra a burguesia, sua política e suas manobras. 

Diferentemente de outros portais, mesmo os progressistas, você não verá anúncios pagos aqui. Não temos financiamento ou qualquer patrocínio dos grandes capitalistas. Isso porque entre nós e eles existe uma incompatibilidade absoluta — são os nossos inimigos. 

Estamos comprometidos de maneira intransigente com a defesa dos interesses dos trabalhadores, do povo pobre e oprimido. Somos um jornal classista, aberto e gratuito, e queremos continuar assim. Trabalhamos dia e noite para que o DCO cresça, se desenvolva e seja lido pelas amplas massas da população. A independência em relação à burguesia é condição para o sucesso desta empreitada. Mas o apoio financeiro daqueles que entendem a necessidade de uma imprensa vermelha, revolucionária e operária, também o é.  

Se já houve um momento para contribuir com o DCO, este momento é agora. Qualquer contribuição, grande ou pequena, faz tremenda diferença. Apoie o DCO com valores a partir R$ 20,00. Obrigado.

Apoie um jornal vermelho, revolucionário e independente

Em tempos em que a burguesia tenta apagar as linhas que separam a direita da esquerda, os golpistas dos lutadores contra o golpe; em tempos em que a burguesia tenta substituir o vermelho pelo verde e amarelo nas ruas e infiltrar verdadeiros inimigos do povo dentro do movimento popular, o Diário Causa Operária se coloca na linha de frente do enfrentamento contra tudo isso. 

Diferentemente de outros portais , mesmo os progressistas, você não verá anúncios de empresas aqui. Não temos financiamento ou qualquer patrocínio dos grandes capitalistas. Isso porque entre nós e eles existe uma incompatibilidade absoluta — são os nossos inimigos. 

Estamos comprometidos incondicionalmente com a defesa dos interesses dos trabalhadores, do povo pobre e oprimido. Somos um jornal classista, aberto e gratuito, e queremos continuar assim. Se já houve um momento para contribuir com o DCO, este momento é agora. ; Qualquer contribuição, grande ou pequena, faz tremenda diferença. Apoie o DCO com doações a partir de R$ 20,00 . Obrigado.

Quero saber mais antes de contribuir

 

Apoie um jornal vermelho, revolucionário e independente

Em tempos em que a burguesia tenta apagar as linhas que separam a direita da esquerda, os golpistas dos lutadores contra o golpe; em tempos em que a burguesia tenta substituir o vermelho pelo verde e amarelo nas ruas e infiltrar verdadeiros inimigos do povo dentro do movimento popular, o Diário Causa Operária se coloca na linha de frente do enfrentamento contra tudo isso. 

Diferentemente de outros portais , mesmo os progressistas, você não verá anúncios de empresas aqui. Não temos financiamento ou qualquer patrocínio dos grandes capitalistas. Isso porque entre nós e eles existe uma incompatibilidade absoluta — são os nossos inimigos. 

Estamos comprometidos incondicionalmente com a defesa dos interesses dos trabalhadores, do povo pobre e oprimido. Somos um jornal classista, aberto e gratuito, e queremos continuar assim. Se já houve um momento para contribuir com o DCO, este momento é agora. ; Qualquer contribuição, grande ou pequena, faz tremenda diferença. Apoie o DCO com doações a partir de R$ 20,00 . Obrigado.

Quero saber mais antes de contribuir

 

Apoie um jornal vermelho, revolucionário e independente

Em tempos em que a burguesia tenta apagar as linhas que separam a direita da esquerda, os golpistas dos lutadores contra o golpe; em tempos em que a burguesia tenta substituir o vermelho pelo verde e amarelo nas ruas e infiltrar verdadeiros inimigos do povo dentro do movimento popular, o Diário Causa Operária se coloca na linha de frente do enfrentamento contra tudo isso. 

Se já houve um momento para contribuir com o DCO, este momento é agora. ; Qualquer contribuição, grande ou pequena, faz tremenda diferença. Apoie o DCO com doações a partir de R$ 20,00 . Obrigado.