Menu da Rede

Antônio Carlos Silva

Mobilizações

Hora de abaixar as bandeiras, na cabeça de fascista

A luta contra o fascismo é feita pela força, com o povo nas ruas, não com o verde e amarelo

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram

A reabertura promovida pelos principais governadores, especialmente de São Paulo, deve ampliar a contaminação de Covid-19 entre a população trabalhadora, que, em sua maioria, sequer conseguiu exercer a quarentena, quando houve, mesmo que precária.

O plano é trucidar o povo com a doença, com a situação trabalhista desmantelada, e, se houver resistência, soltar a Polícia Militar para matar ainda mais gente, conforme ela tem feito no último período, especialmente após o golpe de Estado.

Diante deste cenário, a esquerda não consegue pensar em outra coisa que não seja as eleições. A febre eleitoral é tão grande que mudam de cor, fazem acordo com Fernando Henrique Cardoso, abaixam as bandeiras, entregam as ruas para os fascistas, enfim, tudo para não lutar contra o golpe, e para ganhar votos da direita nas urnas.

A frente ampla, por exemplo, fez suas trapalhadas ainda no 1º de Maio, com um “ato” virtual escandalosamente direitista, com gente que apoiou o golpe desde o começo. Não bastasse, fazem questão de tentar empurrar um pássaro azul e amarelo como sendo representante de alguma “luta”, e, de uma hora para outra, o tucano e o PSDB simplesmente surgem “nas ruas”.

A farofada da esquerda tem um objetivo muito claro: impedir a mobilização do povo em torno das suas reivindicações fundamentais, como a luta contra o Covid-19 e a luta pelo fora Bolsonaro, que, para cair, precisa da população em manifestações gigantescas, com bandeiras e faixas da esquerda. 

Por isso é preciso denunciar essa esquerda conciliadora, e fazer enorme propaganda pela retomada das ruas, das manifestações, para, efetivamente, demonstrar a força da população. Para isso é preciso do vermelho, a cor da luta, dos sindicatos, dos partidos da esquerda combativa, não o contrário, não o disfarce demagogo, dissimulado, do verde e amarelo, branco e azul anil. 

Nesse sentido, a política apresentada, de “abaixar as bandeiras”, é uma política abertamente fascista, para estrangular a luta revolucionária, de esquerda. Tradicionalmente, abaixar bandeiras, é uma política defendida pela extrema direita, por isso o PCO não abaixa, de jeito nenhum.

A bandeira só deve ser abaixada em uma única oportunidade: na cabeça de fascista. Essa é a única oportunidade que a esquerda deve abaixar a bandeira. Ou seja, quando for para varrer o fascismo das ruas.

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram

A você que chegou até aqui,

agradecemos muito por depositar sua confiança no nosso jornalismo e aproveitamos para fazer um pequeno pedido.

O Diário Causa Operária atravessa um momento decisivo para o seu futuro. Vivemos tempos interessantes. Tempos de crise do capitalismo, de acirramento da luta de classes, de polarização política e social. Tempos de pandemia e de política genocida. Tempos de golpe de Estado e de rebelião popular. Tempos em que o fascismo levanta a cabeça e a esquerda revolucionária se desenvolve a olhos vistos. Não é exagero dizer que estamos na antessala de uma luta aberta entre a revolução e a contrarrevolução. 

A burguesia já pressentiu o perigo. As revoltas populares no Equador, na Bolívia e na Colômbia mostraram para onde o continente caminha. Além da repressão pura e simples, uma das armas fundamentais dos grandes capitalistas na luta contra os operários e o povo é a desinformação, a confusão, a falsificação e manipulação dos fatos, quando não a mentira nua e crua. Neste exato momento mesmo, a burguesia se esforça para confundir o panorama diante do início das mobilizações de rua contra Bolsonaro e todos os golpistas. Seus esforços se dirigem a apagar as linhas que separam a direita da esquerda, os golpistas dos lutadores contra o golpe, substituir o vermelho pelo verde e amarelo nas ruas e infiltrar verdadeiros inimigos do povo dentro do movimento popular. O Diário Causa Operária se coloca na linha de frente do enfrentamento contra a burguesia, sua política e suas manobras. 

Diferentemente de outros portais, mesmo os progressistas, você não verá anúncios pagos aqui. Não temos financiamento ou qualquer patrocínio dos grandes capitalistas. Isso porque entre nós e eles existe uma incompatibilidade absoluta — são os nossos inimigos. 

Estamos comprometidos de maneira intransigente com a defesa dos interesses dos trabalhadores, do povo pobre e oprimido. Somos um jornal classista, aberto e gratuito, e queremos continuar assim. Trabalhamos dia e noite para que o DCO cresça, se desenvolva e seja lido pelas amplas massas da população. A independência em relação à burguesia é condição para o sucesso desta empreitada. Mas o apoio financeiro daqueles que entendem a necessidade de uma imprensa vermelha, revolucionária e operária, também o é.  

Se já houve um momento para contribuir com o DCO, este momento é agora. Qualquer contribuição, grande ou pequena, faz tremenda diferença. Apoie o DCO com valores a partir R$ 20,00. Obrigado.

SitesPrincipais
24h a serviço dos trabalhadores
O jornal da classe operária
Sites Especiais
Blogues
Movimentos
Acabar com a escravidão de fato, não só em palavras
Cultura

Apoie um jornal vermelho, revolucionário e independente

Em tempos em que a burguesia tenta apagar as linhas que separam a direita da esquerda, os golpistas dos lutadores contra o golpe; em tempos em que a burguesia tenta substituir o vermelho pelo verde e amarelo nas ruas e infiltrar verdadeiros inimigos do povo dentro do movimento popular, o Diário Causa Operária se coloca na linha de frente do enfrentamento contra tudo isso. 

Diferentemente de outros portais , mesmo os progressistas, você não verá anúncios de empresas aqui. Não temos financiamento ou qualquer patrocínio dos grandes capitalistas. Isso porque entre nós e eles existe uma incompatibilidade absoluta — são os nossos inimigos. 

Estamos comprometidos incondicionalmente com a defesa dos interesses dos trabalhadores, do povo pobre e oprimido. Somos um jornal classista, aberto e gratuito, e queremos continuar assim. Se já houve um momento para contribuir com o DCO, este momento é agora. ; Qualquer contribuição, grande ou pequena, faz tremenda diferença. Apoie o DCO com doações a partir de R$ 20,00 . Obrigado.

Quero saber mais antes de contribuir

 

Apoie um jornal vermelho, revolucionário e independente

Em tempos em que a burguesia tenta apagar as linhas que separam a direita da esquerda, os golpistas dos lutadores contra o golpe; em tempos em que a burguesia tenta substituir o vermelho pelo verde e amarelo nas ruas e infiltrar verdadeiros inimigos do povo dentro do movimento popular, o Diário Causa Operária se coloca na linha de frente do enfrentamento contra tudo isso. 

Diferentemente de outros portais , mesmo os progressistas, você não verá anúncios de empresas aqui. Não temos financiamento ou qualquer patrocínio dos grandes capitalistas. Isso porque entre nós e eles existe uma incompatibilidade absoluta — são os nossos inimigos. 

Estamos comprometidos incondicionalmente com a defesa dos interesses dos trabalhadores, do povo pobre e oprimido. Somos um jornal classista, aberto e gratuito, e queremos continuar assim. Se já houve um momento para contribuir com o DCO, este momento é agora. ; Qualquer contribuição, grande ou pequena, faz tremenda diferença. Apoie o DCO com doações a partir de R$ 20,00 . Obrigado.

Quero saber mais antes de contribuir

 

Apoie um jornal vermelho, revolucionário e independente

Em tempos em que a burguesia tenta apagar as linhas que separam a direita da esquerda, os golpistas dos lutadores contra o golpe; em tempos em que a burguesia tenta substituir o vermelho pelo verde e amarelo nas ruas e infiltrar verdadeiros inimigos do povo dentro do movimento popular, o Diário Causa Operária se coloca na linha de frente do enfrentamento contra tudo isso. 

Se já houve um momento para contribuir com o DCO, este momento é agora. ; Qualquer contribuição, grande ou pequena, faz tremenda diferença. Apoie o DCO com doações a partir de R$ 20,00 . Obrigado.