Mobilizações contra ditadura
Mais de 70 pessoas foram detidas até as 22 horas (19 horas em Brasília) desta segunda-feira (25). No domingo (24) foram mais de 250 pessoas presas em várias cidades do país
protesto holanda 2
Protesto na Holanda contra medida ditatorial | Foto: Lusa
protesto holanda 2
Protesto na Holanda contra medida ditatorial | Foto: Lusa

Nesta segunda-feira (25) em várias cidades da Holanda tiveram a 2ª noite de protestos e manifestações após a imposição, no fim de semana, de um toque de recolher. No sábado (23) entrou em vigor no país o primeiro toque de recolher (das 21h às 4h30), no âmbito de tentar combater a pandemia de covid-19 e deve ficar em vigor até pelo menos 9 de fevereiro.

Mais de 70 pessoas foram detidas até as 22 horas (19 horas em Brasília) desta segunda-feira (25). No domingo (24) foram mais de 250 pessoas presas em várias cidades. No sábado (23) a policia holandesa aplicou 3.600 multas e deteve 25 pessoas, no primeiro dia de recolhimento obrigatório, o que culminou na intensidade e radicalização das manifestações. Os protestos desta noite se seguem aos da véspera, quando foram registrados mobilizações em Amsterdã, Eindhoven, Haia, Breda, Arnhem, Tilbourg, Enschede, Appeldoorn, Venlo e Ruremond.

De acordo com a imprensa local, os manifestantes entraram em confronto com a policia e a tropa de choque em quase todas as cidades, os agentes do estado usaram bombas de gás lacrimogênio e jatos d’água contra a população. O prefeito da cidade, Ahmed Aboutaleb, publicou um decreto de emergência no qual ampliou os poderes da polícia para fazer detenções.

 

Relacionadas
Send this to a friend