Política genocida
“Herói” do povo, João Dória, quer lançar milhares de jovens e trabalhadores da educação à morte
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email
Compartilhar no reddit
Isolado-Doria-recua-e-elogia-pronunciamento-de-Bolsonaro (1) (1)
Governador golpista de São paulo quer retorno das aulas em setembro | Imagem: Flavio Corvello

O governo golpista de João Dória (PSDB) de São Paulo anunciou esta semana que pretende retomar às aulas nas escolas públicas do estado a partir do dia 8 de setembro. De acordo com a proposta do governo o retorno às aulas seria gradual, em uma primeira etapa com 35% dos alunos, o restante continuaria tendo aulas online pelo chamado EAD.

O governo de SP anunciou uma série de protocolos que supostamente seriam utilizados nas escolas, como o distanciamento de 1,5 m entre os estudantes, a utilização de máscaras, álcool em gel, horários de intervalo diferenciados para cada série, etc. Fato é, no entanto, que há mais de vinte anos à frente do governo do estado, o PSDB foi responsável pelo sucateamento completo das escolas públicas e do próprio ensino em São Paulo.

A totalidade das escolas em estão em situação muito precárias, há inúmeras denúncias que falta até mesmo papel higiênico. Houve ao longo dos anos inúmeros cortes de funcionários, como os agentes escolares que foram integralmente terceirizado, nesse sentido há falta de pessoal para cuidar dos alunos. Os professores estão em uma situação extremamente precarizada, recebem um dos piores salários do país, mesmo no estado mais ricos da federação, acumulam perdas salarias devido a não concessão reajuste por parte do governo.

Isso sem falar na aprovação pela força da “reforma” da previdência pelo governo Dória, que retirou o direito à aposentadoria de milhares de educadores e de todo o funcionalismo. Os professores e demais trabalhadores da educação tiveram também suas garantias, como quinquênios, evoluções, e o próprio reajuste salarial roubados pelo governo, que os congelou por dois anos, com a desculpa de “economizar” gastos por conta da pandemia

Os estudantes são obrigados a estudar em salas de aula superlotadas, onde falta de tudo, ventiladores, materiais, etc. Nesse sentido a proposta do governo de volta às aulas em meio à pandemia, quando nenhuma medida efetiva de contenção foi tomada, como a realização de testes em massa, o investimento maciço na saúde, na contratação de profissionais e equipamentos, é uma política assassina e criminosa por parte do governo estadual, o qual quer jogar a juventude pobre e os trabalhadores da educação, já humilhados pelas péssimas condições de ensino, à morte por conta da doença.

É preciso mobilizar os professores, os alunos e as famílias para se colocarem contra o retorno das aulas, ou seja, contra a política de morte por parte do governo, levantar a palavra de ordem de Fora Dória! Fora Bolsonaro e todos os golpistas

Compartilhar no facebook
Compartilhe no seu Facebook!
Compartilhar no twitter
Tuite este artigo!
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no telegram
Telegram
Compartilhar no email
Email
Compartilhar no reddit
Reddit
Compartilhar no facebook
Compartilhe
Compartilhar no twitter
Tuite este artigo!
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email
Compartilhar no reddit
Relacionadas