Herdeiro de Pinochet, governo chileno vai prender ex-guerrilheiro extraditado pelo México

raul-escobar-poblete

Da redação – O governo do México, do direitista Enrique Peña Nieto – que dará lugar no domingo ao seu sucessor na presidência, Andrés Manuel López Obrador – anunciou que vai extraditar de volta para o Chile o ex-guerrilheiro Raúl Escobar.

Escobar, que era membro da Frente Patriótica Manuel Rodríguez, é acusado de assassinar, em 1991, o então senador Jaime Guzmán, que foi dirigente político da ditadura militar de Augusto Pinochet no Chile (1973-1990), uma das mais sangrentas ditaduras já vistas na América Latina.

O ex-guerrilheiro estava no México, onde foi detido no ano passado.

Com o tratado de extradição entre os dois países, Escobar será enviado de volta ao Chile. É bom lembrar que o atual governo chileno, do presidente Sebastián Piñera, é um governo de extrema-direita, seguidor da política neoliberal de Pinochet e que tem muitos simpatizantes da ditadura.