Haddad condenado: golpistas continuam com a perseguição ao PT

haddad

O ex-candidato a presidente da república, pelo PT, Fernando Haddad, foi condenado ontem (31/10) pelo Tribunal de Justiça de São Paulo a pagar R$200 mil em multa para “indenizar” o promotor Marcelo Milan, do Ministério Público de São Paulo, por tê-lo acusado de haver pedido R$ 1 milhão de propina para não mover uma ação civil pública relacionada a construção do estádio do Corinthians.

Haddad teria falado este fato em uma entrevista concedida a uma revista em 2017. Independentemente se está certo ou errado, nem que seja parcialmente, a verdade é que este é o resultado dessas leis criadas para “combater as injúrias” feitas contra indivíduos.

Haddad, que por ser do PT, já está sendo perseguido por diversos processos no judiciário golpista, ainda terá de enfrentar mais um ataque da justiça. A política dos golpistas é de perseguir todos os políticos do PT, e devido a importância que o partido colocou em Fernando Haddad, a coisa começou a explodir em cima dele.