Cultura popular
Um dos eternos nomes cultura musical brasileira que merece ser lembrado.
whatsapp-image-2019-08-01-at-12.16.44
Exposição sobre Zequinha de Abreu, em 2019 | Fernanda Ribeiro/EPTV
whatsapp-image-2019-08-01-at-12.16.44
Exposição sobre Zequinha de Abreu, em 2019 | Fernanda Ribeiro/EPTV

Nascido em Santa Rita do Passa Quatro, no Estado de São Paulo, um dos oito filhos de  José Alacrino de Abreu e de Justina Gomes Leitão,  José Gomes de Abreu, popularmente conhecido como Zequinha, é um o criador de grandes obras musicais. Sururu na cidade, Tardes de Lindóia, Não me toques e Amando sobre o mar são algumas de suas principais composições.

Ainda quem assistiu os filmes americanos Kansas City Kity, Alô Amigos, Escola de Sereias, Copacabana e A Filha do Comandante, todos da década de 1940, ouviu um dos seus maiores sucessos: Tico-Tico no Fubá, amplamente conhecido, sobretudo, pela interpretação de Carmen Miranda.

O desejo de seu pai era que ele seguisse uma carreira médica (seu pai era farmacêutico); o de sua mãe, que ele fosse padre. Contudo, desde os seis anos já mostrava que sua vocação era a música.

Estudou, ainda na infância, com nomes como Dionísio Machado e José Inácio; piano com José Pinto Tavares e Padre Juvenal Kelly. Torna-se servidor público (em 1909 foi nomeado secretário administrativo na Câmara Municipal de Santa Rita), mas ainda mantém suas atividades musicais de regente, compositor, arranjador, assim como de professor de piano, o que, de certa forma, colaborava para sua vulgarização em uma época em que esse instrumento era um signo da estética musical burguesa.

A partir de 1920, já na capital paulista, passa a transitar com mais sucesso nos bailes, casas dançantes e festas, apresenta-se em cafés, divulga suas criações, até que em 1923 é convidado a fazer participações na Rádio Educadora Paulista. Tornou-se pianista da Casa Beethoven, compositor da editora Irmãos Vitale, onde fecha um contrato e passa a compor cerca de uma música por mês.

Com 25 músicos, em 1933, é criada Banda Zequinha de Abreu.

Zequinha nasceu em 19 de setembro de 1880: há 140 anos nasceu um dos eternos nomes cultura musical brasileira que merece ser lembrado.

Relacionadas
Send this to a friend