Voluntários ou escravos?
Chama a atenção na fala do ministro o cálculo mesquinho que faz para convencer os restantes a pagar miséria para jovens do exército realizarem trabalho pesado
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email
Compartilhar no reddit
exercito
Para o ministro de Bolsonaro o trabalho escravo mudou de nome, agora é trabalho "voluntário". |

Está circulando desde sexta-feira, dia 22 de maio, o vídeo da reunião interministerial do presidente fascista Jair Bolsonaro com ministros do seu governo. Na reunião , o ministro da economia Paulo Guedes, sugere que se coloquem jovens no exército para realizar trabalhos diversos por R$ 300,00 por mês.

“Nós sabemos para onde nós vamos voltar já, já, tá certo? E se o mundo for diferente, nós vamos ter capacidade de adaptação. Por exemplo: eu já tenho conversado com o ministro da Defesa, já conversamos algumas vezes. Quantos? Quantos? Duzentos mil, trezentos mil. Quantos jovens aprendizes nós podemos absorver nos quartéis brasileiros? Um milhão? Um milhão a 200 reais, que é o Bolsa Família, 300, para o cara”, disse o ministro.

E continua, “É voluntário para fazer estrada, para fazer isso, fazer aquilo. Sabe quanto custa isso? É 200 reais por mês, 1 milhão de cá, 200 milhões, pô! Joga dez meses aí, 2 bi. Isso é nada!”

Chama atenção na fala do ministro o cálculo que o mesmo faz para convencer o restante a contratar milhares de jovens para as forças armadas, para realizar trabalhos diversos, como construir estradas e mais o que der na telha do governo, em troca de um terço do salário mínimo por mês.

Podemos comparar a proposta de Guedes aos trabalhos forçados realizados nas cadeias do Estados Unidos, onde presos são obrigados a trabalhar em troca de centavos por dia. Em 2018, presos norte-americanos realizaram diversas greves para a revogação da 13ª emenda da Constituição Federal, considerada responsável “escravidão moderna”. A emenda permitiu que, após a abolição da escravidão no país, pessoas pudessem ser colocadas em regime “de servidão involuntária” como parte de punição por crimes cometidos.

Seres humanos que cometeram algum tipo de crime são forçados a trabalhar de graça ou por centavos de dólar por hora em trabalhos degradantes ou de alto risco. A remuneração média nas prisões dos EUA é de US$ 0,20 centavos por hora trabalhada. O cálculo do golpista é certeiro, o governo economizaria com a proposta copiada das prisões dos Estados Unidos.

Guedes quando propôs utilizar a obrigatoriedade de servir as forças armadas para ter um contigente de jovens para realizar trabalhos pesados sem receber dignamente por isso, revela seu verdadeiro plano: escravizar a população jovem e pobre do país.

Compartilhar no facebook
Compartilhe no seu Facebook!
Compartilhar no twitter
Tuite este artigo!
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no telegram
Telegram
Compartilhar no email
Email
Compartilhar no reddit
Reddit
Compartilhar no facebook
Compartilhe
Compartilhar no twitter
Tuite este artigo!
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email
Compartilhar no reddit
Relacionadas