Em discurso hoje
Em balanço sobre os 500 dias do governo Bolsonaro, Guedes ataca servidores públicos e lamenta: “apedrejados enquanto lutamos em defesa do país”
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email
Compartilhar no reddit
paulo-guedes-discursa-em-washington-eua-1552948760153_v2_1920x1392
Foto: Arquivo/DCO |

Da Redação – O ministro da Economia, Paulo Guedes, declarou hoje, 15 de maio, que os servidores públicos federais, estaduais e municipais, precisam se sacrificar pelo país.

Segundo Guedes, “na hora em que estamos fazendo esse sacrifício, que o Brasil está no chão, é inaceitável que tentem saquear o gigante que está no chão, que usem a desculpa da crise da saúde para saquear o Brasil na hora em que ele cai. Nós queremos saber o que podemos fazer de sacrifício para o Brasil nesta hora. E não o que o Brasil pode fazer por nós.”

O ministro lamentou ainda das reclamações sobre o auxílio emergencial, afirmando que “nos Estados Unidos, o cheque não chegou ainda”, concluindo “nós, aqui, sendo apedrejados enquanto lutamos em defesa do país.”

Em todo o país, quase 100 milhões de pessoas se inscreveram para receber o auxílio emergencial de R$600,00 em três parcelas porém menos de 60 milhões tiveram o benefício aprovado até esta sexta-feira. Muitos ainda tem se dirigido às agências da Caixa Econômica Federal para receber o auxílio sem sucesso, o que tem gerado filas enormes nas portas das agências.

Compartilhar no facebook
Compartilhe no seu Facebook!
Compartilhar no twitter
Tuite este artigo!
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no telegram
Telegram
Compartilhar no email
Email
Compartilhar no reddit
Reddit
Compartilhar no facebook
Compartilhe
Compartilhar no twitter
Tuite este artigo!
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email
Compartilhar no reddit
Relacionadas