Fora Bolsonaro
Os capitalistas se aproveitam da crise para retirar vale alimentação e direitos fundamentais dos trabalhadores
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email
Compartilhar no reddit
whatsapp-image-2020-06-23-at-08.10.51 (1)
Ônibus lotados não são culpa da greve e sim da política golpista | Foto: Ayrton Freire/InterTV Cabugi

Os rodoviários de Natal continuam de greve nesta quarta-feira (24) e a cidade amanheceu nos últimos dois dias com veículos do transporte alternativo lotados nas ruas e com aglomerações nas paradas de ônibus.

É o terceiro dia da movimentação grevista e de acordo com o Sindicato dos Trabalhadores e Transportadores Rodoviários do Rio Grande do Norte (Sintro), apenas 12 ônibus estão circulando na capital, sendo todos da empresa Cidade do Natal. Ainda segundo o Sintro, são os únicos que possuem atualmente cobradores e a manutenção do emprego desses profissionais é uma das reivindicações da categoria.

Os rodoviários também querem que sejam mantidos o vale-alimentação e o plano de saúde dos trabalhadores. As empresas de ônibus nas mãos dos capitalistas, estão aproveitando a crise econômica para liquidar os direitos mais básicos dos trabalhadores.

E mais além, devemos lembrar que está política é efeito do golpe de Estado, congelamento de gastos e o não repasse de Jair Bolsonaro dos valores para os estados.

Compartilhar no facebook
Compartilhe no seu Facebook!
Compartilhar no twitter
Tuite este artigo!
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no email
Email
Compartilhar no reddit
Reddit
Relacionadas