Greve Geral já!
Metroviários marcam paralisação para dia de amanhã (28). Em assembléia virtual e presencial a categoria optou por greve contra o corte de 10% dos salários
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email
Compartilhar no reddit
SP - GREVE/METROVIÁRIOS/SÉ - GERAL - Metroviários em greve pedem apoio aos usuários do Metrô na estação Sé, em São Paulo, SP, nesta sexta-feira (6). Eles reivindicam reajuste salarial de 35,47%, mas chegaram a reduzir a exigência para 12,2%, índice que inclui a reposição da inflação de 7,98%, apurada pelo IGP-M da FGV, e aumento real. 06/06/2014 - Foto: MARCOS BEZERRA/FUTURA PRESS/FUTURA PRESS/ESTADÃO CONTEÚDO
Greve dos metroviários | Foto: Divulgação

De acordo com o Diário dos Metroviários, o Metrô de São Paulo terá greve nesta terça-feira, 28 de julho de 2020. A decisão foi tomada em Assembléia virtual e presencial nesta segunda-feira (27), dos 2436 votantes 73% aderiram pela greve. O estopim da paralisação de amanhã foi o anuncio do corte de salário de 10% da categoria.

Ainda, segundo o Diário do Metroviários;

A paralisação vai afetar as linhas 1-Azul (Jabaquara/Tucuruvi), 2-Verde (Vila Prudente/Vila Madalena) e 3-Vermelha (Barra Funda/Itaquera) de Metrô e a linha 15-Prata (Vila Prudente/São Mateus) de monotrilho.

As linhas 4-Amarela (São Paulo-Morumbi/Luz) e 5-Lilás (Capão Redondo/Chácara Klabin), de operação privada, não param.

Funcionam também os trens da CPTM e os ônibus comuns e seletivos da EMTU, além de trólebus e ônibus da Metra, no Corredor ABD.

Compartilhar no facebook
Compartilhe no seu Facebook!
Compartilhar no twitter
Tuite este artigo!
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no telegram
Telegram
Compartilhar no email
Email
Compartilhar no reddit
Reddit
Compartilhar no facebook
Compartilhe
Compartilhar no twitter
Tuite este artigo!
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email
Compartilhar no reddit
Relacionadas