Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email
Compartilhar no reddit

Funcionários do Centro Integrado de Saúde Amaury de Medeiros (Cisam), na Encruzilhada, em Recife, deram início a uma paralisação de 24 horas, com início na manhã desta quarta-feira (21), em protesto à superlotação, falta de leitos e falta de condições de trabalho para o atendimento das grávidas.

Grávidas ficam na fila até a hora do parto 1

Vídeos que circulam nas redes sociais mostram grávidas sentadas em poltronas enquanto aguardam a hora de dar a luz.

Pedro Henrique Sobral, responsável pela assessoria de comunicação do Sindicato dos Servidores da Universidade de Pernambuco (UPE), instituição de ensino responsável pela coordenação das atividades no ambulatório e na maternidade, disse que a paralisação teve adesão de diversas categorias, menos dos médicos. Disse também acreditar que “30% dos serviços funcionaram nesta quarta”.

Segundo dados do Conselho Federal de Medicina, nos últimos cinco anos, Pernambuco fechou 136 leitos de obstetrícia.

Compartilhar no facebook
Compartilhe no seu Facebook!
Compartilhar no twitter
Tuite este artigo!
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no telegram
Telegram
Compartilhar no email
Email
Compartilhar no reddit
Reddit
Compartilhar no facebook
Compartilhe
Compartilhar no twitter
Tuite este artigo!
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email
Compartilhar no reddit
Relacionadas