“Grandes estatais chinesas estão tomando conta do setor elétrico brasileiro“ denuncia CUT

ELETROBRAS-SE PRIVATIZAR VAI AUMENTAR CONTAS

A Central Única dos Trabalhadores (CUT), em seu sítio eletrônico, publicou matéria denunciando o processo de privatização do setor elétrico brasileiro.

Victor Costa, diretor da Associação dos Empregados de Furnas (ASEF), em entrevista à central sindical, alertou que “A discussão da privatização do setor não é apenas corporativista, é uma discussão pela soberania do Brasil”, pois pode levar a um oligopólio privado, o que pode ter como consequência o aumento das tarifas de energia em quase 20%.

Ele ainda denunciou que: “Todos os interessados são agentes estrangeiros ligados a nações, especialmente os chineses. As grandes estatais chinesas estão tomando conta do setor elétrico brasileiro”.

Foi realizado nessa sexta-feira (11), na Assembleia Legislativa do Rio de Janeiro (Alerj), uma Audiência Pública Contra a Privatização da Eletrobras, Furnas, Cepel e Eletronuclear e o lançamento da Frente Parlamentar no Estado do Rio de Janeiro, em Defesa do Setor Elétrico.

Toda forma de lutar é válida. No entanto, não serão frentes parlamentares que impedirão a privatização do setor elétrico. Só a derrota do golpe de estado pode impedir tamanha entrega do patrimônio nacional e isso só é possível com o povo nas ruas. Portanto, é preciso construir comitês de luta contra o golpe formados pelos trabalhadores desse setor, que realizem intenso trabalho de propaganda e agitação, mobilizando a classe operária contra a ditadura de direita que se impõe no país.