Retomada da embaixada
Aproveitando o governo golpista, a extrema-direita chefiada por Jeanine Áñez ordenou a imediata ruptura das relações com Caracas para posteriormente reconhecer Guaidó.
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email
Compartilhar no reddit
venezuela-arreaza-20190509-636930428867856286-1557443008039
Chanceler venezuelano, Jorge Arreaza | Reprodução

Após a eleição de Luis Arce na Bolívia, o governo venezuelano decidiu retomar sua embaixada no país andino no âmbito do restabelecimento dos laços entre Caracas e La Paz.

Nesta segunda-feira, 9, o chanceler venezuelano Jorge Arreaza, acompanhado por um grupo de diplomatas, recuperou a embaixada venezuelana em La Paz (capital administrativa da Bolívia). que encontrava-se nas mãos da camarilha golpista de Juan Guaidó, o autoproclamado ‘presidente interino’ da Venezuela.

Assim que assumiu a embaixada, o Ministro das Relações Exteriores da Venezuela retirou o retrato do fantoche norte-americano e realocou as pinturas emblemáticas do Libertador Simón Bolívar e do líder da Revolução Bolivariana, Hugo Chávez. Tomada no curso do golpe de 2019, a sede diplomática venezuelana foi saqueada por grupos violentos em novembro de 2019, logo após a renúncia do então presidente Evo Morales. Aproveitando o governo golpista, a direita chefiada por Jeanine Áñez, ordenou a imediata ruptura das relações com Caracas para posteriormente reconhecer Guaidó.

“Graças ao povo boliviano que deu a vitória ao MAS [Movimento ao Socialismo], aos movimentos sociais, a David Choquehuanca, a Luis Arce, a Evo Morales, graças a eles estamos aqui recuperando o que é do povo”, disse Arreaza.

 

Compartilhar no facebook
Compartilhe no seu Facebook!
Compartilhar no twitter
Tuite este artigo!
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no telegram
Telegram
Compartilhar no email
Email
Compartilhar no reddit
Reddit
Compartilhar no facebook
Compartilhe
Compartilhar no twitter
Tuite este artigo!
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email
Compartilhar no reddit
Relacionadas