Mesmo em guerra e sob invasão
Mesmo enfrentando uma guerra e invasão de potências imperialistas há quase 10 anos, Síria paga auxílio maior que o do Brasil!
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email
Compartilhar no reddit
syria-1
Equipes chinesas e russas auxiliam contenção da Covid-19 na Síria. Imagem: reprodução/AP |

Da redação – O primeiro ministro sírio, Imad Khamis, anunciou uma indenização de 100 mil libras sírias, equivalentes a 148 dólares ou a 871,72 reais – a preço do dólar de hoje (13) – para os trabalhadores em geral que foram afetados pelas medidas de combate à proliferação da pandemia no país.

As medidas também preveem a isenção de impostos a empresas, desde que não demitam e mantenham os salários de seus funcionários.

Chama a atenção ao leitor é o valor do benefício concedido por um país devastado pela guerra há quase dez anos, invadido por potências imperialistas, que possui um PIB cerca de 30 vezes menor que o do Brasil, mas, que mesmo assim, teve condições de pagar um auxílio maior que a esmola que o governo Bolsonaro está se negando a dar aos trabalhadores brasileiros.

Compartilhar no facebook
Compartilhe no seu Facebook!
Compartilhar no twitter
Tuite este artigo!
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no telegram
Telegram
Compartilhar no email
Email
Compartilhar no reddit
Reddit
Compartilhar no facebook
Compartilhe
Compartilhar no twitter
Tuite este artigo!
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email
Compartilhar no reddit
Relacionadas