Reforma Administrativa
Com o projeto de centralizar e depurar politicamente o aparelho de Estado, o bolsonarismo quer aprovação rápida da Reforma Administrativa.
9ope7ajpiaw5cwbly5xv02e5a
Bolsonaro e o ministro da Economia Paulo Guedes. | Reprodução - TV Brasil.
9ope7ajpiaw5cwbly5xv02e5a
Bolsonaro e o ministro da Economia Paulo Guedes. | Reprodução - TV Brasil.

O secretário de Gestão e Desempenho Pessoal do Ministério da Economia, Wagner Lenhart, afirmou em entrevista que o governo Jair Bolsonaro (ex-PSL, sem partido) quer a aprovação rápida da proposta de reforma administrativa no Congresso Nacional.

A proposta de reforma administrativa enviada por Bolsonaro ao Congresso Nacional extingue a estabilidade dos servidores públicos, permite demissões massivas e pavimenta o caminho para perseguições políticas da extrema-direita aos opositores políticos de Bolsonaro no interior do serviço público. A alta cúpula do funcionalismo, uma pequena casta com enormes privilégios funcionais, em especial dos poderes Judiciário e do Legislativo, não se enquadra na proposta.

O bolsonarismo busca poder total e centralizar o aparelho de Estado, com vistas promover uma depuração política.

Relacionadas
Send this to a friend