Educação
Governo golpista nunca vai alcançar meta do PNE
As metas estabelecidas por Dilma ficaram mais distantes
llll (3)
Educação
Governo golpista nunca vai alcançar meta do PNE
As metas estabelecidas por Dilma ficaram mais distantes
Manifestação na avenida Paulista (13/8/19). foto Paulo Pinto/Fotos Publicas
llll (3)
Manifestação na avenida Paulista (13/8/19). foto Paulo Pinto/Fotos Publicas

No início do segundo mandato de Dilma Rousself, ela estabeleceu algumas metas para a educação no Brasil: a erradicação do analfabetismo, a universalização do atendimento escolar e a superação das desigualdades educacionais.

As medidas para melhorar a educação no geral são: aumentar a escolaridade média da população de 18 a 29 anos, de modo a alcançar no mínimo 12 anos de estudo, e também igualar a escolaridade média entre negros e brancos.

A medida é aumentar a taxa de matrícula na educação superior para 50% da população entre 18 a 24 anos, pelo menos, 40% das novas matrículas, no ensino público.

Essas metas deveriam ser alcançadas ao longo de dez anos, segundo o Plano Nacional de Educação PNE, porém segundo o Censo para a Educação de 2018, o Ministério da Educação (MEC) está muito distante dessas metas, principalmente por causa dos cortes e o congelamento de verbas que estão sendo promovidos pelo governo golpista de Jair Bolsonaro.

O governo golpista e fraudulento está promovendo diversas medidas não para alcançar as metas do PNE, mas para destruir o ensino público em todas as esferas, promovendo a escola com fascismo, o notório saber, o congelamento de gastos, o corte de 30% das universidades federais, o Future-se, enfim a meta dos golpistas é destruir o ensino público e entregar aos bancos todas as riquezas do país.

Todas as Universidades, professores e estudantes devem pedir o Fora Bolsonaro para barrar todos os retrocessos. É de extrema importância que os estudantes, os professores e os demais trabalhadores tomem suas universidades para lutar contra o governo ilegítimo e fascista. Somente a mobilização da população conseguirá derrotar o autoritarismo e conseguir garantir os direitos democráticos da população.