Golpe militar na Bolívia
Eva Copa, presidenta do Senado boliviano, denunciou a nomeação ilegal de generais pelo ministro da Defesa do governo golpista
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email
Compartilhar no reddit
bolivia_eva_copa_denuncia_persecucixn_polxtica.jpg_1718483347
Eva Copa, presidenta do Senado da Bolívia | Reprodução

A Presidenta do Senado da Bolívia, Eva Copa, por meio de sua conta oficial do twitter, denunciou que membros das forças armadas foram promovidos a generais pelo governo golpista de forma ilegal. Eva denuncia que os generais não tiveram seus nomes aprovados no parlamento sendo nomeados pelo ministro golpista da defesa Luis Fernando López.

A denúncia da senadora Copa demonstra, como já discutido neste diário, que não há qualquer democracia no país. Tampouco há saída, pelas vias institucionais, para o golpe de estado que derrubou Evo Morales. Somente gigantescas e poderosas mobilizações dos trabalhadores e do povo em geral poderão acabar com a ditadura militar instaurada.

Compartilhar no facebook
Compartilhe no seu Facebook!
Compartilhar no twitter
Tuite este artigo!
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no telegram
Telegram
Compartilhar no email
Email
Compartilhar no reddit
Reddit
Compartilhar no facebook
Compartilhe
Compartilhar no twitter
Tuite este artigo!
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email
Compartilhar no reddit
Relacionadas