Volta às aulas é genocídio
Secretária da educação solta nota atacando a greve dos professores que se recusam a morrer nas escolas
bolsodoria-ogrjfrgagiut09m8irnf84qmrz22ayuopl5sxmptls
João Doria, governado genocida do estado de São Paulo | Reprodução
bolsodoria-ogrjfrgagiut09m8irnf84qmrz22ayuopl5sxmptls
João Doria, governado genocida do estado de São Paulo | Reprodução

A Secretaria de Educação do Estado de São Paulo (Seduc-SP) divulgou nota atacando a greve dos professores que se negam a voltar para as escolas no momento em os números de mortes e contágios disparam. O sistema de saúde colapsou em vários estados do país faltando até mesmo gás oxigênio como foi nos estados do Amazonas e Pará, há diversas cidades do estado de São Paulo estão com enfermarias e leitos de UTI totalmente ocupados. Além disso, a mutação do coronavírus conhecida como B1, mais transmissível e letal e mais, identificada pela primeira vez em Manaus, se espalha pelo país. É nesta conjuntura que o governador genocida João Doria busca promover uma matança geral dos professores, alunos e de toda população paulista.

Relacionadas
Send this to a friend