Defesa da ditadura militar
Nota publicada no sítio do Ministério da Defesa é uma agitação para fechamento do regime.
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email
Compartilhar no reddit
General-Fernando-Azevedo-e-Dias-Toffoli
General Azevedo. Foto: Arquivo |

Através do Ministério da Defesa, governo Bolsonaro fez nova declaração favorável ao Golpe de 64 e a ditadura fascista subsequente. A nota em defesa do golpe e da ditadura foi assinada pelo general do exército Fernando Azevedo e Silva, ministro da Defesa, enaltece o papel dos empresários e da imprensa, cuja aliança permitiu “limites apropriados à prática da democracia”. O golpe de 1964 ocorreu na madrugada de 1º de abril.

Compartilhar no facebook
Compartilhe no seu Facebook!
Compartilhar no twitter
Tuite este artigo!
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no email
Email
Compartilhar no reddit
Reddit
Relacionadas