Vacinação
Sob pressão, governo fascista entrega novo plano de imunização nacional ao STF.
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email
Compartilhar no reddit
(Brasília - DF, 16/01/2020) Palavras do General de Divisão, Eduardo Pazuello.
Foto: Anderson Riedel/PR
Eduardo Pazuello, mais um incompetente (e fascista) Ministro da Saúde. | Foto: Anderson Riedel/PR

Os fascistas Jair Bolsonaro e Eduardo Pazuello, respectivamente, presidente ilegítimo e ministro da saúde, entregam, hoje, 16, um novo plano de imunização nacional ao Supremo Tribunal Federal (STF). O pedido foi feito pelo ministro do STF, Ricardo Lewandowski.

Neste novo plano, o governo estabelece que a campanha de vacinação deverá iniciar em até 5 dias após a aprovação do imunizante pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa). Além disto, o documento prevê que a duração da campanha durará 16 meses, sendo os 4 primeiros meses reservados à imunização de pessoas em grupos de risco e os 12 meses restantes para as demais pessoas.

É necessário lembrar que “papel aceita tudo”. O governo Bolsonaro já se mostrou completamente incompetente em todas as áreas, não sendo capaz de seguir, até mesmo, protocolos simples. Espera-se que o governo não consiga atender seu próprio plano. Além disto, o próprio governo fará pressão para que as atividades sejam todas retomadas, especialmente as aulas presenciais, mesmo que quase ninguém tenha sido imunizado. Não será surpresa a ninguém se o tal plano de imunização for somente “para inglês ver”.

 

Compartilhar no facebook
Compartilhe no seu Facebook!
Compartilhar no twitter
Tuite este artigo!
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no telegram
Telegram
Compartilhar no email
Email
Compartilhar no reddit
Reddit
Compartilhar no facebook
Compartilhe
Compartilhar no twitter
Tuite este artigo!
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email
Compartilhar no reddit
Relacionadas