Doria genocida
Não tem vacina, não tem fique em casa, não tem leito, não tem nada
araraquara_sem_uticovid
Araraquara sem leitos de UTI decreta lockdown por 60 horas | Foto: Reprodução/CNN
araraquara_sem_uticovid
Araraquara sem leitos de UTI decreta lockdown por 60 horas | Foto: Reprodução/CNN

O Governo de João Doria em São Paulo, o estado com maior número de óbitos por Coronavírus, mente sobre a situação dos hospitais do interior na pandemia. Já mentiu sobre praticamente tudo relativo ao coronavírus desde o seu aparecimento no estado em março do ano passado.

Completados um ano de pandemia a situação está cada vez pior. No ápice da contaminação em 2020, não havia leitos de UTI para atender o número de casos que necessitam de atendimento hospitalar. Agora em 2021, nem mesmo as enfermarias possuem vagas e o drama se repete.

Sem tomar nenhuma providência para conter o avanço do vírus os governos dos estados sob pressão dos empresários, assim como governo fascista de Jair Bolsonaro, liberaram o funcionamento da economia. Agora diante da segunda onda e com novas variantes do coronavírus circulando com potencial de contaminação ainda maior, a população não tem nada além da própria sorte.

O governo Doria continua com sua política de mentir sobre a situação da saúde pública, Diante do aumento do número de casos da COVID-19, a rede pública do estado não tem leitos de UTI para atender a população. As cidades passam por um colapso generalizado do sistema de saúde.

A cidade de Araraquara, localizado no interior paulista, com cerca de 238.000 mil habitantes já está com déficit de 16 leitos de UTI e tenta transferir esses pacientes para capital ou outras cidades com disponibilidade de leitos. Segundo disse a secretaria de Saúde, a cidade ainda nem chegou ainda no seu pior momento e espera o agravamento da situação para os próximos 15 dias.

Por isso, o prefeito, Edinho Silva (PT) decretou um lockdown de 60 horas, que começou neste domingo e terminará somente na terça feira. Nenhum comercio permanecerá aberto, nem postos de gasolina, nem mesmo supermercados, somente as farmácias funcionarão.

Enquanto a população fica sem atendimento e morre aos milhares como barata, o governador “científico” continua sua campanha eleitoral para 2022 apresentando uma realidade que não existe nos hospitais e uma vacina que não existe para a população. É preciso ir às contra todos os genocidas do país. Fora Doria e Bolsonaro!

Relacionadas
Send this to a friend