Governo do PR, PI e RS articulam entrar na reforma da previdência
Plenário do Senado
Governo do PR, PI e RS articulam entrar na reforma da previdência
Plenário do Senado

Nesta quarta (10), os governadores Ratinho Jr (PSD) do Paraná, Wellington Dias (PT) do Piauí e Eduardo Leite (PSDB) do Rio Grande do Sul, participaram de reunião na comissão especial da reforma da previdência no Senado.

Segundo Ratinho Jr, “se o senado não tomar frente nisso, vamos ter 27 problemas. E nas prefeituras também, porque nenhum município vai fazer a reforma porque ano que vem tem eleição. Pela primeira vez em algumas décadas temos a população consciente da necessidade da reforma. Temos que aproveitar esse momento para uma reforma geral.”

O presidente do Senado, Davi Alcolumbre (DEM-AP), foi quem indicou o Senado como caminho para incluir estados e municípios na reforma, no último dia 2, após encontro com os governadores de Alagoas (MDB), Ceará (PT), Goiás (DEM), Espírito Santo (PSB), Paraíba (PSB) e Piauí (PT) na residência oficial do general da reforma, o presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ).

Isso mostra como a reforma tem sido articulada pelo centrão, colocando em frente única pela destruição dos direitos dos trabalhadores PSDB, PT, DEM, PSD, PSB, PSL, etc. Um grande acordo nacional, com o centrão com tudo, esforço da burguesia para manter o governo Bolsonaro de pé e seguir atacando os trabalhadores. É necessário denunciar essa frente única golpista e esses elementos infiltrados dentro da esquerda, como os governadores de “centro esquerda” da ala direita do PT.