Venda do patrimônio nacional
O Secretário do Ministério da Economia Salim Mattar declarou nesta quarta-feira (01) que o governo pretende privatizar ou fazer concessões de pelo menos 12 estatais em 2021.
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email
Compartilhar no reddit
195772.500033-Correios (1)
Correios está na lista de privatizações do governo Bolsonaro | Foto: Reprodução

O Secretário do Ministério da Economia Salim Mattar declarou nesta quarta-feira (01) que o governo pretende privatizar ou fazer concessões de pelo menos 12 estatais em 2021, seguindo o plano do BNDES ( Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social) e também podendo acabar incluindo outras, dependendo do tamanho da crise econômica.

O projeto inicial inclui a privatização da Eletrobras, da ABGF (Associação Brasileira de Fundos), Nuclep (Nuclebrás Equipamentos Pesados), Ceagesp (Companhia de Entrepostos e Armazéns Gerais de São Paulo), Ceasaminas (Centrais de Abastecimento de Minas Gerais), Codesa (Companhia de Docas do Espírito Santo), tudo isso somente no primeiro semestre.

Além disso, outras grandes empresas brasileiras estão na lista das privatizações como os Correios, a Dataprev (Empresa de Tecnologia de Informações da Previdência) e também a Telebrás. Os planos do governo seguem a agenda neoliberal de Paulo Guedes, que pretende vender os bens nacionais para a iniciativa privada atendendo aos interesses dos grandes capitalistas e do imperialismo, é preciso derrubar o governo Bolsonaro e garantir a soberania nacional do país.

Compartilhar no facebook
Compartilhe no seu Facebook!
Compartilhar no twitter
Tuite este artigo!
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no telegram
Telegram
Compartilhar no email
Email
Compartilhar no reddit
Reddit
Compartilhar no facebook
Compartilhe
Compartilhar no twitter
Tuite este artigo!
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email
Compartilhar no reddit
Relacionadas