Governo de malucos: disputas internas travam o MEC e mergulham educação nacional no caos

Uma guerra por poder entre os golpistas do Ministério da Educação (MEC) ocasiona sete exonerações e remanejamentos. Imerso numa verdadeira crise política, o governo golpista atual apontou que poderá haver uma operação tipo Lava Jato para investigar corrupção de mandatos anteriores.

Para piorar a situação, o Ministério da Economia pretende desobrigar todo o orçamento da União, o que como consequência tira o direito de recursos públicos aplicados na educação. O ministro lunático, Ricardo Vélez, diante toda essa crise, somente se importa com seu cargo.

Como o Partido da Causa Operária vem demonstrando em suas análises, a crise no governo golpista não tem precedentes na história, o que prova, cada vez mais, sua incapacidade de governar o país. É preciso deter esse governo ilegítimo antes que acabe com a débil educação do país. É preciso que os professores convoquem as organizações populares e a sociedade em geral para por em marcha uma grande mobilização que coloque fim ao fraudulento governo de Jair Bolsonaro.