Governo corta bolsa família de mais de 4 milhão de pessoas

systemuploadsnews1817dffeac1e9b5d9ab-700x460xfit-10075

No mesmo momento em que o Brasil atinge quase 14 milhões de desempregados, o governo golpista de Michel Temer cortou nos últimos 10 meses o programa bolsa família de 935 mil famílias. Colocando em situação de miséria ainda maior mais de 4 milhões de brasileiros.

Apenas no mês de abril, 312 mil famílias perderam o benefício. Em 2017, entre os meses de junho e julho 543 mil bolsas foram cortadas. São quase 1 milhão de famílias sem assistência em cenário de desemprego galopante.

Soma-se o plano de privatizações em todos os serviços públicos. E já altamente sentidos os efeitos da “PEC do fim do mundo” como parte desse plano. Postos de saúde fechando, aulas suspensas nas universidades, salários dos servidores atrasados, concursos públicos cancelados.

A cada dia fica mais evidente os reais objetivos do golpe de estado, que nada tem a ver com o propalado “combate à corrupção”. trata-se de “cortar na carne” do povo brasileiro, reduzir drasticamente os gastos com necessidades populares e garantir os lucros bilionários dos banqueiros e outros abutres internacionais, em tempos de crise histórica do capitalismo.

Não é momento de fazer campanha eleitoral prometendo consertar a rua esburacada e outras medidas que não serão adotadas caso o golpe não seja derrotado. É preciso derrotar o golpe. Parte fundamental da luta contra o golpe é a liberdade de Lula. Fortalecer comitês contra o golpe para construir grandes mobilizações.