Não queremos guerra
Em Assembleia Geral da ONU, o presidente da China, Xi Jinping, criticou os ataques imperialistas e disse que seu país busca paz.
a0212e46-eda5-11e9-9e8e-4022fb9638c4_image_hires_061058
Xi Jinping, presidente da República Popular da China | Foto: Reprodução
a0212e46-eda5-11e9-9e8e-4022fb9638c4_image_hires_061058
Xi Jinping, presidente da República Popular da China | Foto: Reprodução

Nesta terça-feira, 22, o presidente da China, Xi Jinping, criticou os ataques imperialistas e disse que seu país busca paz. Ademais, segundo Jinping, é preciso colocar em primeiro lugar as pessoas e seguir as orientações da OMS (Organização Mundial da Saúde).

“Nós não temos intenção de travar uma guerra fria ou quente com nenhum país”, disse o mandatário chinês, durante a 75ª Assembleia Geral na ONU

Jinping afirmou que o país é aberto, cooperativo e pacífico. “Continuaremos a reduzir as diferenças e resolver disputas com outros por meio do diálogo e da negociação”, afirmou.

O mandatário chinês colocou-se a disposição no combate ao coronavírus e afirmou que “nenhum caso deve ser esquecido e nenhum paciente pode ficar sem tratamento. O vírus será derrotado, e a humanidade vencerá essa batalha”.

Relacionadas
Send this to a friend