Espionagem
Divulgada lista de nomes de jornalistas e influenciadores que “seriam” à favor ou contra o governo, procedimento típico de ditaduras fascistas.
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email
Compartilhar no reddit
GSI - Governo Bolsonaro (1)
O GSI é órgão oficial da espionagem do governo Bolsonaro | Foto por: reprodução.

Relatório do governo Bolsonaro, divulgado nesta quarta (02) pelo jornalista Rubens Valente do UOL, confirma que o governo tem espionado e classificado jornalistas, blogueiros e “influenciadores” das redes sociais como favoráveis, detratores ou neutros.

O relatório, típico de processos de espionagem em ditaduras fascistas, foi encomendado pelo Ministério da Ciência e Tecnologia (MCTIC) à empresa BR+ Comunicação e é compartilhado com demais órgãos do governo como o Ministério da Economia.

A lista de nomes que foi divulgada contém 81 nomes, como: Jessé de Souza, Vera Magalhães, Eduardo Moreira, Rachel Sheherazade e Felipe Neto como “detratores”; Mônica Bergamo, Cristina Lôbo e Otavio Guedes como “Neutros/Informativos” e Rodrigo Constantino, Guilherme Fiuza e Roger Moreira como “favoráveis”, entre outros.

Os nomes citados pelo jornalista, provavelmente são somente aqueles que o governo quis que fossem divulgados, pois na relação constam nomes que, na realidade, não representam qualquer perigo ou relevância para o governo Bolsonaro e para o regime golpista, em geral.

Compartilhar no facebook
Compartilhe no seu Facebook!
Compartilhar no twitter
Tuite este artigo!
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no telegram
Telegram
Compartilhar no email
Email
Compartilhar no reddit
Reddit
Compartilhar no facebook
Compartilhe
Compartilhar no twitter
Tuite este artigo!
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email
Compartilhar no reddit
Relacionadas