Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email
Compartilhar no reddit
ministros
|

Como este diário declarou a pouco, a imprensa burguesa está em bloco tentando acabar com a greve dos caminhoneiros com ´´fake news“. Logo após nossa matéria ir ao ar, os golpistas fizeram mais uma vez o que vem tentando nestes últimos três dias desesperadamente, afirmando em mais uma coletiva oficial de fim de greve, que a mesma acabou. Porém, como na última declaração falsa, na sexta-feira, a greve só aumentou.

No início, os bloqueios chegaram a quase 1 mil por todos os estados do país, onde o governo golpista foi levado a realizar reuniões urgentes sobre a situação. Na sexta-feira, a declaração oficial do governo em crise total, demonstrou um número de bloqueios em torno de 500. Contudo, sabemos que os golpistas mentem oficial e extra-oficialmente, e sendo assim, temos que contar que esse número não diminuiu, e sim que é muito maior. Resumindo, uma mentira descarada!

Hoje, podemos facilmente constatar que são mais de 500 bloqueios pelo país, mas, como a burguesia não tem compromisso nenhum com o trabalhador, as matérias falsas sobre o fim da greve só aumentam. Ainda mais, após esta última declaração oficial à pouco, onde os três ministros visivelmente desconsertados – no tom de voz alterado – asseguram algo que na realidade não existe.

Essa é mais uma típica ´´fake news“ da imprensa burguesa e do governo golpista alinhados contra o povo. O governo está caindo aos pedaços, desesperados para que os caminhoneiros deixem o golpe continuar e voltem a trabalhar para pagar a conta do assalto. Nesse sentido, é urgente que a Central Única dos Trabalhadores (CUT) convoque uma greve geral, unindo todas as categorias que estão paralisando suas atividades, marcando assembléias, todos com a finalidade de derrotar o golpe imediatamente!

Compartilhar no facebook
Compartilhe no seu Facebook!
Compartilhar no twitter
Tuite este artigo!
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no telegram
Telegram
Compartilhar no email
Email
Compartilhar no reddit
Reddit
Compartilhar no facebook
Compartilhe
Compartilhar no twitter
Tuite este artigo!
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email
Compartilhar no reddit
Relacionadas