Censura
Governo Bolsonaro censura pesquisadores sobre derramamento de óleo em praias do nordeste e promete exoneração à quem falar do caso
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email
Compartilhar no reddit
mancha-oleo-praias-nordeste-sergipe-2019-2.jpg
Mancha de óleo em praia do Sergipe |

O governo do ilegítimo Bolsonaro apela mais uma vez para a censura. A princípio, a bola da vez é a ameaça de exoneração de quem mencionar o derramamento de óleo nas praias do nordeste. A fim de impedir críticas à seu governo, Bolsonaro impõe um silêncio forçado a respeito da origem da catástrofe ocorrida nas praias do nordeste. Nos corredores dos institutos federais há um clima inquisitório para quem fala ou tem intenção de pesquisar sobre o assunto.

Tanto que os órgãos mais pressionados são o INPE e a Fundação Joaquim Nabuco. O primeiro é responsável por detectar a origem do desastre através de imagens de satélite, enquanto que o segundo faz pesquisas do impacto econômico e social das populações costeiras afetadas. Visto que são justamente estas instituições que podem causar maior impacto na imagem já desgastada do governo que são o foco principal da censura.

Uma vez que o método da extrema direita é censurar, nem mesmo as universidades federais que gozam de certa autonomia se expõem abertamente sobre o tema. De fato a maioria de professores que pesquisam temas relacionados tem se negado a dar entrevistas abertamente. Tudo isso porque, segundo uma das fontes, o governo golpista não poderia posar de malvado.

Entretanto, é preciso enfrentar o governo fascista de Bolsonaro. Mais do que isto, é passada a hora de impedir que este coloque panos quentes sobre os problemas que é incapaz de resolver. Quanto mais a população atacá-lo menos força ele terá para coagir e perseguir estes pesquisadores.

Importante para compreender o método é entender a causa que leva o governo golpista a apelar para a censura. Se ao invés de determinar a causa da mancha de óleo – que vai desde o sul da Bahia até o Rio Grande do Norte – for possível mantê-la em segredo, esta se torna parte de um plano de mentiras em que a burguesia imperialista tem com objetivo atacar a Venezuela e seu governo, tal como já foi feito anteriormente.

Em conformidade com isso, o governo brasileiro se exime de mais um dano ambiental que se acumularam trimestralmente. A fim de encobrir sua incompetência e criar um inimigo interno e externo, o socialismo, milhares de famílias são impedidas de tirarem seu sustento da natureza.

Compartilhar no facebook
Compartilhe no seu Facebook!
Compartilhar no twitter
Tuite este artigo!
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no telegram
Telegram
Compartilhar no email
Email
Compartilhar no reddit
Reddit
Compartilhar no facebook
Compartilhe
Compartilhar no twitter
Tuite este artigo!
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email
Compartilhar no reddit
Relacionadas