Menu da Rede

Tinhorão: a defesa intransigente da genuína Música Brasileira

Chacina do Jacarezinho

Governador golpista defende chacina em Jacarezinho

O governador bolsonarista defendeu a ação da Polícia Civil que assassinou 29 pessoas. Para Castro, a polícia cumpriu seu dever e deve ser parabenizada por isso.

Claudio Castro (PSC), assumiu o governo após a queda de Wilson Witzel –

O governador bolsonarista do Rio de Janeiro, Claudio Castro (PSC), vice do fascista Wilson Witzel, gravou um vídeo em que se posiciona na defesa da operação criminosa da Polícia Civil que assassinou 29 pessoas na favela do Jacarezinho, zona norte da capital fluminense, na manhã de quinta-feira (6).

Castro considera que “antes de mais nada, é preciso deixar claro que a operação de ontem realizada pela Polícia Civil foi o fiel cumprimento de dezenas de mandados expedidos pela Justiça”.

A chacina do Jacarezinho é uma das ações mais letais da história das forças de repressão no Rio de Janeiro. Moradores denunciaram que os policiais executaram as pessoas, em sua maioria jovens. A polícia fabricou a versão de que as mortes são resultantes de confrontos entre “policiais e traficantes”, o que é uma manipulação tradicional para tentar justificar o massacre.

Castro, que assumiu o cargo após a queda de Wilson Witzel (PSC), declarou ter determinado uma investigação com “total transparência ao processo”. Ainda afirmou que conversou com autoridades do Supremo Tribunal Federal, Procuradoria-Geral da República, Procuradoria-Geral do Estado do Rio de Janeiro e o Defensor-Geral do Estado. 

A abertura de investigações é uma manobra para dar uma resposta às pressões da sociedade. Contudo, é visível o que, de fato, ocorreu. Trata-se de um massacre planejado e executado pela Polícia Civil, com apoio das autoridades públicas. As investigações vão se prolongar por décadas e sabe-se que ninguém será responsabilizado, menos ainda os verdadeiros responsáveis. 

A direita apoia o massacre e atua para justificá-lo como um ato de bravura e cumprimento do dever por parte da Polícia Civil fluminense. Clamar por justiça ou exigir investigações por parte dessas mesmas forças repressoras é uma forma de desviar o foco do fundamental. É preciso mobilizar as favelas com a reivindicação democrática de extinção do aparelho repressivo estatal, organização e armamento do povo.

Os massacres nas favelas são relativamente comuns no Brasil. As forças de repressão são doutrinadas e treinadas para assassinar, torturar, humilhar e martirizar a população pobre, com o pretexto de que se trata de combater o tráfico de drogas. Este massacre tomou grandes proporções pelo número de vítimas, mas não é uma exceção.

A guerra às drogas é uma justificativa de tipo moral para a ação das forças repressivas e o controle social direto nas comunidades pobres e favelas. A política repressiva da direita tenta ocultar seus verdadeiros objetivos com pretextos morais. Todos os setores da direita argumentaram que os mortos eram traficantes armados e pessoas que já tinham antecedentes criminais. Na prática, a consigna que predomina é a de “bandido bom é bandido morto”, uma frase histórica da direita nacional.

A direita é assassina e o massacre de Jacarezinho é mais um episódio da brutalidade estatal contra a população negra e pobre das periferias. É preciso reivindicar, imeditamente, o fim da Polícia Militar e a derrocada dos governos de direita.

A você que chegou até aqui,

agradecemos muito por depositar sua confiança no nosso jornalismo e aproveitamos para fazer um pequeno pedido.

O Diário Causa Operária atravessa um momento decisivo para o seu futuro. Vivemos tempos interessantes. Tempos de crise do capitalismo, de acirramento da luta de classes, de polarização política e social. Tempos de pandemia e de política genocida. Tempos de golpe de Estado e de rebelião popular. Tempos em que o fascismo levanta a cabeça e a esquerda revolucionária se desenvolve a olhos vistos. Não é exagero dizer que estamos na antessala de uma luta aberta entre a revolução e a contrarrevolução. 

A burguesia já pressentiu o perigo. As revoltas populares no Equador, na Bolívia e na Colômbia mostraram para onde o continente caminha. Além da repressão pura e simples, uma das armas fundamentais dos grandes capitalistas na luta contra os operários e o povo é a desinformação, a confusão, a falsificação e manipulação dos fatos, quando não a mentira nua e crua. Neste exato momento mesmo, a burguesia se esforça para confundir o panorama diante do início das mobilizações de rua contra Bolsonaro e todos os golpistas. Seus esforços se dirigem a apagar as linhas que separam a direita da esquerda, os golpistas dos lutadores contra o golpe, substituir o vermelho pelo verde e amarelo nas ruas e infiltrar verdadeiros inimigos do povo dentro do movimento popular. O Diário Causa Operária se coloca na linha de frente do enfrentamento contra a burguesia, sua política e suas manobras. 

Diferentemente de outros portais, mesmo os progressistas, você não verá anúncios pagos aqui. Não temos financiamento ou qualquer patrocínio dos grandes capitalistas. Isso porque entre nós e eles existe uma incompatibilidade absoluta — são os nossos inimigos. 

Estamos comprometidos de maneira intransigente com a defesa dos interesses dos trabalhadores, do povo pobre e oprimido. Somos um jornal classista, aberto e gratuito, e queremos continuar assim. Trabalhamos dia e noite para que o DCO cresça, se desenvolva e seja lido pelas amplas massas da população. A independência em relação à burguesia é condição para o sucesso desta empreitada. Mas o apoio financeiro daqueles que entendem a necessidade de uma imprensa vermelha, revolucionária e operária, também o é.  

Se já houve um momento para contribuir com o DCO, este momento é agora. Qualquer contribuição, grande ou pequena, faz tremenda diferença. Apoie o DCO com valores a partir R$ 20,00. Obrigado.

SitesPrincipais
24h a serviço dos trabalhadores

DCO

O jornal da classe operária
Sites Especiais
Blogues
Movimentos
Acabar com a escravidão de fato, não só em palavras
Cultura

Apoie um jornal vermelho, revolucionário e independente

Em tempos em que a burguesia tenta apagar as linhas que separam a direita da esquerda, os golpistas dos lutadores contra o golpe; em tempos em que a burguesia tenta substituir o vermelho pelo verde e amarelo nas ruas e infiltrar verdadeiros inimigos do povo dentro do movimento popular, o Diário Causa Operária se coloca na linha de frente do enfrentamento contra tudo isso. 

Diferentemente de outros portais , mesmo os progressistas, você não verá anúncios de empresas aqui. Não temos financiamento ou qualquer patrocínio dos grandes capitalistas. Isso porque entre nós e eles existe uma incompatibilidade absoluta — são os nossos inimigos. 

Estamos comprometidos incondicionalmente com a defesa dos interesses dos trabalhadores, do povo pobre e oprimido. Somos um jornal classista, aberto e gratuito, e queremos continuar assim. Se já houve um momento para contribuir com o DCO, este momento é agora. ; Qualquer contribuição, grande ou pequena, faz tremenda diferença. Apoie o DCO com doações a partir de R$ 20,00 . Obrigado.

Quero saber mais antes de contribuir

 

Apoie um jornal vermelho, revolucionário e independente

Em tempos em que a burguesia tenta apagar as linhas que separam a direita da esquerda, os golpistas dos lutadores contra o golpe; em tempos em que a burguesia tenta substituir o vermelho pelo verde e amarelo nas ruas e infiltrar verdadeiros inimigos do povo dentro do movimento popular, o Diário Causa Operária se coloca na linha de frente do enfrentamento contra tudo isso. 

Diferentemente de outros portais , mesmo os progressistas, você não verá anúncios de empresas aqui. Não temos financiamento ou qualquer patrocínio dos grandes capitalistas. Isso porque entre nós e eles existe uma incompatibilidade absoluta — são os nossos inimigos. 

Estamos comprometidos incondicionalmente com a defesa dos interesses dos trabalhadores, do povo pobre e oprimido. Somos um jornal classista, aberto e gratuito, e queremos continuar assim. Se já houve um momento para contribuir com o DCO, este momento é agora. ; Qualquer contribuição, grande ou pequena, faz tremenda diferença. Apoie o DCO com doações a partir de R$ 20,00 . Obrigado.

Quero saber mais antes de contribuir

 

Apoie um jornal vermelho, revolucionário e independente

Em tempos em que a burguesia tenta apagar as linhas que separam a direita da esquerda, os golpistas dos lutadores contra o golpe; em tempos em que a burguesia tenta substituir o vermelho pelo verde e amarelo nas ruas e infiltrar verdadeiros inimigos do povo dentro do movimento popular, o Diário Causa Operária se coloca na linha de frente do enfrentamento contra tudo isso. 

Se já houve um momento para contribuir com o DCO, este momento é agora. ; Qualquer contribuição, grande ou pequena, faz tremenda diferença. Apoie o DCO com doações a partir de R$ 20,00 . Obrigado.