Siga o DCO nas redes sociais

Governador fascista: Witzel quer encarcerar 5 mil pessoas ao custo de R$ 80 milhões do estado dados aos capitalistas
presidio
Governador fascista: Witzel quer encarcerar 5 mil pessoas ao custo de R$ 80 milhões do estado dados aos capitalistas
presidio

O governador fascista do Rio de Janeiro, ex juiz Wilson Witzel, desconhecido pela população e eleito através da grande fraude eleitoral de 2018, anunciou que abrirá licitação para empreiteiras lucrarem com a construção – que terá custo inicial de R$ 80 milhões. O projeto final desumano do governador do PSL, partido de Jair Bolsonaro, é construir vários prédios verticais para aprisionar mais de 70 mil pessoas.

O juiz Witzel ficou conhecido por suas declarações, em meio a campanha eleitoral, de que não faltaria lugar para colocar “bandidos”. Prometeu construir mais presídios, mandar para alto mar navios presídios e até cavar covas. Propôs a monstruosidade de utilizar “snipers”, atiradores de elite ou franco-atiradoes, para matar gente nas favelas. As ameaças à população mais pobre e principalmente negra demonstrava o caráter fascista do que seria seu governo.

O regime golpista impulsionou o encarceramento em massa no Brasil que caminha a passos largo para 1 milhão de presos. Desde o golpe a população encarcerada aumentou em 25%, mais de 730 mil pessoas. É preciso ter em conta que a maioria das pessoas que estão nos presídios sequer tiveram direito a ampla defesa, mais de 40% cumprem pena sem terem sido julgados. As condições que se encontram essas pessoas são alarmantes, a superlotação supera em quase o dobro da prevista (176%).

Segundo o governo fascista, o presídio vertical que terá capacidade para aprisionar 5 mil pessoas é um novo modelo que resolverá o problema da superlotação carcerário no Rio de Janeiro. Na prática, esse novo padrão de presídios que vai encarcerar pessoas em gaiolas sobrepostas é uma barbaridade ainda maior que o já conhecido. O projeto criminoso de construção desses novos presídios para encarcerar 70 mil pessoas foi estimado em R$ 800 milhões mas, certamente, vai superar a casa de R$ 1 bilhão e beneficiará meia duzia de capitalistas do novo ramo da construção de presídios.

O Partido da Causa Operária defende o fim deste sistema prisional que humilha e tortura as pessoas, a libertação imediata de todos presos provisórios assim como de todos àqueles que não tem garantido o mínimo de dignidade pelo estado. O PCO também defende a legalização de todas as drogas, uma vez que, a ilegalidade do porte e do uso delas contribuem para esse sistema. O PCO é contra o aumento do poder repressivo do estado e considera que uma esquerda democrática deve lutar por essas questões. Portanto, para avançar neste sentido é preciso lutar pelo fim do regime fascista que busca ser instaurado pela extrema direita no Brasil. Fora Witzel e todos os fascistas!