Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email
Compartilhar no reddit

O governador golpista de Mato Grosso, Pedro Taques (PSDB), informou, através de ofício à Assembléia Legislativa de Mato Grosso, que não irá pagar os recursos previstos para o carnaval no ano de 2018.

Sua justificativa para esse corte de verbas para a maior festa popular que existe no Brasil é a “atual situação orçamentária”, diante da qual se fazem necessárias “escolhas orçamentárias responsáveis”. Abordado por jornalistas, o direitista respondeu que o corte está sendo feito para preservar serviços públicos, como a saúde.

No entanto, bem se sabe que não é de hoje que a direita realiza cortes no orçamento e que sempre se usa, como desculpa, a necessidade de investir em serviços como saúde e educação. Trata-se de uma mentira sem tamanho, pois bem se sabe também que, apesar dos cortes realizados por esses “gestores”, esses serviços continuam funcionando de forma precária.

A verdade é que a direita golpista não pode conviver com a cultura popular, justamente por ser uma das principais formas de expressão do povo e que, principalmente a partir do ano passado, se tornou uma oportunidade para a população denunciar a política do golpe de estado.

A política dos golpistas para o povo está a cada dia mais clara: para o povo nem educação, nem saúde, nem carnaval.

Compartilhar no facebook
Compartilhe no seu Facebook!
Compartilhar no twitter
Tuite este artigo!
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no telegram
Telegram
Compartilhar no email
Email
Compartilhar no reddit
Reddit
Compartilhar no facebook
Compartilhe
Compartilhar no twitter
Tuite este artigo!
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email
Compartilhar no reddit
Relacionadas