“Gota D’Água {Preta}”, recria musical de Chico Buarque

15495033635c5b8b83cf32f_1549503363_3x2_rt

Está em cartaz no Centro Cultural São Paulo, desde o último dia 8 de fevereiro, a peça Gota D´Água (Preta). Com a direção de Jé de Oliveira, o espetáculo é uma releitura da peça de 1975 escrita por Chico Buarque e Paulo Pontes. O seu caráter original é a introdução da realidade e da cultura do povo negro e pobre, morador da periferia das grandes cidades.

A peça original de 1975 faz referência ao drama grego Medeia de Eurípedes. Na versão de 1975 o espetáculo retrata o drama  de Joana, uma mulher trabalhadora, que após ser abandonada por Jasão seu esposo, entra em loucura devido as dificuldades da vida e acaba tomando uma decisão fatal.

Em sua releitura atual, o diretor Jé de Oliveira traz para dentro da peça o retrato das condições de vida e dos aspectos culturais dos negros nas periferias brasileiras. Além de todo elenco composto por atores negros, ao longo da peça a banda musical é composta pelo rap -destaque para as músicas do grupo Racionais MC – pelo funk e o próprio samba. A apresentação do grupo, por exemplo, é acompanhada por um DJ manipulando simples literários e musicais.

Nesse a Vila do meio-dia, local que se passa a peça, expõe a realidade da pobreza e da opressão vivida por todas a comunidades pobres e negras no Brasil.

A peça está em cartaz no Centro Cultural São Paulo localizado na rua Vergueiro, número 1000 até o dia 24 deste mês. Você pode acompanhar nas sextas e sábados às 20 e 30, e aos domingos às 19 e 30. O valor da entrada é de 30 R$.