Golpistas vão usar roubo do Postalis para atacar ECT
d7db5f10-fdd8-0135-c993-6231c35b6685--minified
d7db5f10-fdd8-0135-c993-6231c35b6685--minified

O governo golpista de Jair Bolsonaro quer a todo custo privatizar  os Correios, ou seja, entregar um patrimônio do povo brasileiro para os capitalistas internacionais.

Para isso, os golpistas precisam convencer a população brasileira de que a ECT (Empresa Brasileira de Correios e Telégrafos), a maior empresa de Correios da América Latina, é uma empresa deficitária e está mergulhada na corrupção.

A primeira mentira os golpistas já vêm contando desde 2015, quando começou o golpe, com a história absurda  de que os Correios não dá lucro.

A segunda, que diz respeito à mentirosa campanha de “luta” contra a corrupção dentro dos Correios, está sendo realizada pela direita, através  da intervenção golpista no Postalis (Fundo de Pensão Complementar dos trabalhadores dos Correios).

Os golpistas estão se utilizando do próprio roubo, praticado contra o dinheiro dos trabalhadores, para justificar a demissão da categoria, através  da privatização da ECT.

A campanha de roubo do Postalis está sendo feita pela  imprensa golpista e agora fomentada pela golpista PGR (Procuradoria Geral da República), dirigida pela golpista Raquel Dodge, o mesmo método usado pelos golpistas na derrubada de Dilma Rousseff.

Fingem que estão preocupados com a corrupção, para roubar ainda mais o patrimônio do povo.

Somente derrubando os golpistas é possível impedir a privatização dos Correios. É  preciso organizar e mobilizar os trabalhadores em uma campanha nacional pelo Fora Bolsonaro e todos os golpistas, eleições gerais e liberdade para Lula.