Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email
Compartilhar no reddit

Nesta quinta-feira (22/2), os golpistas do TST (Tribunal Superior do Trabalho) comandado pelo golpista Ives Gandra Martins Filho, presidente do TST, irá começar o julgamento do plano de saúde dos Correios.

A direção golpista dos Correios vem tentando destruir o benefício dos trabalhadores dos Correios através dos ministros do TST, mas a categoria vinha lutando contra essa manipulação, até que no ano passado (2017), os sindicalistas do Bando dos Quatro (PT, PSTU, PCdoB e diretores do Sintect-MG- LPS) orientou a categoria abandonar a greve e aceitar pacificamente que o futuro do plano de saúde fosse decidido pelos ministros do TST.

Com essa traição, os trabalhadores ficaram de mãos atadas diante desse julgamento que acontece nessa quinta-feira.

Se os trabalhadores dos Correios quiserem lutar contra a decisão dos golpistas do TST, que já anunciaram que irão excluir do plano os dependentes dos trabalhadores e cobrança de mensalidades, será preciso se organizar por fora do controle dos sindicalistas do Bando dos Quatro, que deram várias demonstrações de capachismo diante dos patrões.

É necessária uma mobilização contra os golpistas do TST, com greve e ocupação do Tribunal, caso os ministros que possuem plano de saúde de milhões de reais, auxilio moradia e diversos benefícios junto aos seus salários acima de 30 mil reais, queiram acabar com o plano de saúde de uma categoria que recebe em torno de R$ 1.500,00 por mês.

Compartilhar no facebook
Compartilhe no seu Facebook!
Compartilhar no twitter
Tuite este artigo!
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no telegram
Telegram
Compartilhar no email
Email
Compartilhar no reddit
Reddit
Compartilhar no facebook
Compartilhe
Compartilhar no twitter
Tuite este artigo!
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email
Compartilhar no reddit
Relacionadas