Golpistas querem atacar até a reivindicação de entrega matutina na ECT

carta 1

A campanha salarial dos trabalhadores dos Correios desse ano começou com a agressividade dos golpistas pra cima dos trabalhadores da ECT (Empresa Brasileira de Correios e Telégrafos), apresentando de entrada a retirada de vários direitos da categoria, que somando tudo daria uma perda de R$ 6.000,00 (seis mil reais) por ano.

Mas, os ataques dos golpistas que controlam os Correios, não ficou restrito aos ataques somente a direitos econômicos, mas também as revindicações da categoria que dizem respeito as melhores condições de trabalho.

Os golpistas que respondem ao governo fraudulento do fascista Jair Bolsonaro querem também nessas campanha salarial acabar com a entrega de correspondência domiciliar pela manhã, reivindicação histórica dos carteiros, conquistada no governo do PT, para que os carteiros não fiquem expostos ao calor do Sol do período da tarde, que é mais forte, causador de câncer de pele.

Sem nenhuma explicação, os golpistas bolsonaristas que controlam a ECT devido ao golpe de Estado no Brasil, querem tirar 6 mil reais dos trabalhadores dos Correios e ainda colocar novamente os carteiros na exposição das altas temperaturas do Sol no período da tarde para entregar as correspondências, medida que só pode ser explicada por puro sadismo do governo Bolsonaro contra o trabalhador.

E por essas medidas anti-trabalhador provocada pelo governo golpista de Jair Bolsonaro que os trabalhadores precisam derrubar o governo o mais rápido possível, pois caso contrário os trabalhadores não iram conseguir sobreviver a esse fascista. É preciso mobilizar claramente os trabalhadores dos Correios pelo Fora Bolsonaro e todos os golpistas, contra a privatização dos Correios, por nova eleições, e pela liberdade de Lula.