Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email
Compartilhar no reddit

O direitista Guilherme Campos do PSD (Partido Social Democrata), que virou presidente dos Correios após o golpe de Estado no País em 2016, através do impeachment fraudulento da presidenta Dilma Rousseff, está se afastando do cargo que ganhou nos Correios para concorrer as improváveis eleições de 2018.

Guilherme Campos conseguiu em dois anos de administração golpista na ECT (Empresa Brasileira de Correios e Telégrafos) fechar mais de 20o agências da ECT, extinguir a mercadoria mais valiosa da empresa, o e-sedex. demitir mais de 15 mil trabalhadores através dos PDI, permitir mais de 3 incêndios em Centro de Triagens de Cartas e Encomendas, fechar  o balanço da empresa em déficit, retirar direitos históricos da categoria como o Plano de Saúde, implementando mensalidades no novo plano, além da extinção de cargos e muitas outras maldades.

Depois de desmantelar a ECT para permitir sua entrega para os grandes capitalistas mundial, através da privatização dos Correios, quer que o povo, que foi roubado por ele, através da entrega do patrimônio nacional que é os Correios, vote nele para as próximas eleições de 2018.

Diante desse currículo atual de destruição nos Correios, provocado  pelo golpista Guilherme Campos, braço direito do corrupto Gilberto Kassab, denunciado como receptador de dinheiro da OAS, os brasileiros não só não devem votar para esse crápula, como deve fazer uma campanha nacional pela derrubada do golpe e todos os golpistas que se aproveitaram do golpe para conseguirem mais dinheiro para financiar suas candidaturas de direita.

Compartilhar no facebook
Compartilhe no seu Facebook!
Compartilhar no twitter
Tuite este artigo!
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no telegram
Telegram
Compartilhar no email
Email
Compartilhar no reddit
Reddit
Compartilhar no facebook
Compartilhe
Compartilhar no twitter
Tuite este artigo!
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email
Compartilhar no reddit
Relacionadas