Menu da Rede

Domingo: Rui C. Pimenta apresentará balanço da situação política

23 estados militarizados

Golpistas militarizam escola de Jaboatão (PE)

A cada dia de governo Bolsonaro a militarização avança no país, os golpistas de hoje e de ontem não poupam nem as crianças. Soma-se às ameaças de de um novo AI-5 e o avanço das GLO

Nos 23 estados destacados, o Programa já iniciará no começo do ano letivo de 2020. –

A Prefeitura de Jaboatão dos Guararapes (PE), através de sua Secretaria Municipal de Educação divulgou em seu sítio na internet no último dia 21 que decidiu aderir ao Programa de Escola Cívico-Militar.

No próprio dia 21, o Ministério da Educação (MEC), por meio do ministro Abraham Weintraub em coletiva em Brasília, anunciou a relação nacional das escolas que aderiram ao Programa. No total são até o momento, apenas três estados ainda não foram incluídos na militarização escolar.

Nos outros 23 estados, o Programa já iniciará no começo do ano letivo de 2020.

E a tendência é o número só aumentar com o objetivo de militarizar o país inteiro. Pernambuco é um exemplo desse sentido; até dia primeiro de outubro, isto é, no mês anterior, o estado ainda não estava entre os selecionados pelo MEC a adotar a militarização.

O Projeto vai receber R$ 54 milhões, desse valor mais da metade (R$ 28 milhões) será destinado ao Ministério da Defesa para remunerar os militares da reserva que vão constituir a equipe de gestão disciplinar.

O prefeito Anderson Ferreira do Partido Liberal (antigo Partido da República), que votou pela retirada do PT da presidência através do golpe contra Dilma Rousseff, declarou no sítio da Prefeitura de Jaboatão:

“Esse programa do Ministério da Educação junto com o Ministério da Defesa chega justamente com a meta de melhorar o desempenho escolar e o fortalecimento dos valores humanos e cívicos.”, se referindo à adesão à militarização escolar na cidade. Ou seja, os “valores” interessados em implementar nas escolas são de ataques às organizações populares como o Partido dos Trabalhadores.

Claramente, o Projeto visa reprimir e controlar os estudantes a serviço da extrema-direita. É uma preparação dos golpistas para tentar conter mobilizações estudantis como as que explodiram no Chile. O que poderia derrubar o governo Bolsonaro e por sua vez, pela importância do Brasil, enfraquecer os golpes em toda América do Sul.

A cada dia de governo Bolsonaro a militarização avança no país, os golpistas de hoje e de ontem não poupam nem as crianças. Isso se soma às ameaças de implementação de um novo AI-5 e o avanço das GLO (Garantia da Lei e da Ordem).

A extrema-direita tem um plano e está o colocando em prática cotidianamente. É preciso um plano de contra-ataque. A II Conferência Nacional Aberta de Luta Contra o Golpe e o Fascismo que acontecerá nos dias 14 e 15 de dezembro, na capital de São Paulo, é a única atividade que está sendo convocada nesse sentido. Para iniciar 2020 com um calendário de mobilizações por Fora Bolsonaro e Eleições Gerais Já!

A você que chegou até aqui,

agradecemos muito por depositar sua confiança no nosso jornalismo e aproveitamos para fazer um pequeno pedido.

O Diário Causa Operária atravessa um momento decisivo para o seu futuro. Vivemos tempos interessantes. Tempos de crise do capitalismo, de acirramento da luta de classes, de polarização política e social. Tempos de pandemia e de política genocida. Tempos de golpe de Estado e de rebelião popular. Tempos em que o fascismo levanta a cabeça e a esquerda revolucionária se desenvolve a olhos vistos. Não é exagero dizer que estamos na antessala de uma luta aberta entre a revolução e a contrarrevolução. 

A burguesia já pressentiu o perigo. As revoltas populares no Equador, na Bolívia e na Colômbia mostraram para onde o continente caminha. Além da repressão pura e simples, uma das armas fundamentais dos grandes capitalistas na luta contra os operários e o povo é a desinformação, a confusão, a falsificação e manipulação dos fatos, quando não a mentira nua e crua. Neste exato momento mesmo, a burguesia se esforça para confundir o panorama diante do início das mobilizações de rua contra Bolsonaro e todos os golpistas. Seus esforços se dirigem a apagar as linhas que separam a direita da esquerda, os golpistas dos lutadores contra o golpe, substituir o vermelho pelo verde e amarelo nas ruas e infiltrar verdadeiros inimigos do povo dentro do movimento popular. O Diário Causa Operária se coloca na linha de frente do enfrentamento contra a burguesia, sua política e suas manobras. 

Diferentemente de outros portais, mesmo os progressistas, você não verá anúncios pagos aqui. Não temos financiamento ou qualquer patrocínio dos grandes capitalistas. Isso porque entre nós e eles existe uma incompatibilidade absoluta — são os nossos inimigos. 

Estamos comprometidos de maneira intransigente com a defesa dos interesses dos trabalhadores, do povo pobre e oprimido. Somos um jornal classista, aberto e gratuito, e queremos continuar assim. Trabalhamos dia e noite para que o DCO cresça, se desenvolva e seja lido pelas amplas massas da população. A independência em relação à burguesia é condição para o sucesso desta empreitada. Mas o apoio financeiro daqueles que entendem a necessidade de uma imprensa vermelha, revolucionária e operária, também o é.  

Se já houve um momento para contribuir com o DCO, este momento é agora. Qualquer contribuição, grande ou pequena, faz tremenda diferença. Apoie o DCO com valores a partir R$ 20,00. Obrigado.

SitesPrincipais
24h a serviço dos trabalhadores
O jornal da classe operária
Sites Especiais
Blogues
Movimentos
Acabar com a escravidão de fato, não só em palavras
Cultura

Apoie um jornal vermelho, revolucionário e independente

Em tempos em que a burguesia tenta apagar as linhas que separam a direita da esquerda, os golpistas dos lutadores contra o golpe; em tempos em que a burguesia tenta substituir o vermelho pelo verde e amarelo nas ruas e infiltrar verdadeiros inimigos do povo dentro do movimento popular, o Diário Causa Operária se coloca na linha de frente do enfrentamento contra tudo isso. 

Diferentemente de outros portais , mesmo os progressistas, você não verá anúncios de empresas aqui. Não temos financiamento ou qualquer patrocínio dos grandes capitalistas. Isso porque entre nós e eles existe uma incompatibilidade absoluta — são os nossos inimigos. 

Estamos comprometidos incondicionalmente com a defesa dos interesses dos trabalhadores, do povo pobre e oprimido. Somos um jornal classista, aberto e gratuito, e queremos continuar assim. Se já houve um momento para contribuir com o DCO, este momento é agora. ; Qualquer contribuição, grande ou pequena, faz tremenda diferença. Apoie o DCO com doações a partir de R$ 20,00 . Obrigado.

Quero saber mais antes de contribuir

 

Apoie um jornal vermelho, revolucionário e independente

Em tempos em que a burguesia tenta apagar as linhas que separam a direita da esquerda, os golpistas dos lutadores contra o golpe; em tempos em que a burguesia tenta substituir o vermelho pelo verde e amarelo nas ruas e infiltrar verdadeiros inimigos do povo dentro do movimento popular, o Diário Causa Operária se coloca na linha de frente do enfrentamento contra tudo isso. 

Diferentemente de outros portais , mesmo os progressistas, você não verá anúncios de empresas aqui. Não temos financiamento ou qualquer patrocínio dos grandes capitalistas. Isso porque entre nós e eles existe uma incompatibilidade absoluta — são os nossos inimigos. 

Estamos comprometidos incondicionalmente com a defesa dos interesses dos trabalhadores, do povo pobre e oprimido. Somos um jornal classista, aberto e gratuito, e queremos continuar assim. Se já houve um momento para contribuir com o DCO, este momento é agora. ; Qualquer contribuição, grande ou pequena, faz tremenda diferença. Apoie o DCO com doações a partir de R$ 20,00 . Obrigado.

Quero saber mais antes de contribuir

 

Apoie um jornal vermelho, revolucionário e independente

Em tempos em que a burguesia tenta apagar as linhas que separam a direita da esquerda, os golpistas dos lutadores contra o golpe; em tempos em que a burguesia tenta substituir o vermelho pelo verde e amarelo nas ruas e infiltrar verdadeiros inimigos do povo dentro do movimento popular, o Diário Causa Operária se coloca na linha de frente do enfrentamento contra tudo isso. 

Se já houve um momento para contribuir com o DCO, este momento é agora. ; Qualquer contribuição, grande ou pequena, faz tremenda diferença. Apoie o DCO com doações a partir de R$ 20,00 . Obrigado.