Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email
Compartilhar no reddit

A prisão de Lula já vem sendo preparada há anos pelos golpistas. Afinal, desde que a burguesia decidiu expulsar o Partido dos Trabalhadores do regime político, era óbvio que o ex-presidente Lula seria uma “pedra no sapato” do imperialismo. Seria impossível implementar uma série de medidas altamente impopulares, como a reforma trabalhista, e impedir que o maior líder popular do país ganhasse prestígio junto às massas.

Na medida em que o golpe vai se aprofundando – ou, ao menos, procura se aprofundar -, a prisão de Lula se torna cada vez mais urgente para os golpistas. O nível de destruição que o imperialismo planeja para o Brasil é tão brutal que a própria burguesia nacional tem, a seu modo, se rebelado no Congresso, fazendo com que os donos do golpe não tenham a fluidez desejada para o esmagamento da classe trabalhadora. Ao mesmo tempo, a revolta popular já é tão grande que qualquer faísca pode levar a um grande levante nacional contra o golpe de Estado.

Por isso, para os golpistas, é necessário não só tirar Lula das eleições – visto que é o único candidato com um eleitorado cativo -, mas também prendê-lo, de modo a impor uma grande derrota à esquerda e aumentar ainda mais o estado caótico e desorientado em que se encontram as organizações e muitos setores da classe trabalhadora.

Recentemente, a presidenta do PT Gleisi Hoffmann divulgou um vídeo ressaltando a importância da mobilização popular contra a prisão de Lula. Pouco depois, a imprensa golpista publicou matérias indicando que, de fato, a prisão de Lula tem prazo – acontecerá até 1º de abril.

A prisão de Lula não pode ser admitida, em nenhuma hipótese, pela classe trabalhadora. É necessário criar milhares de comitês de luta contra o golpe e organizar os trabalhadores de todo o país para uma mobilização permanente contra a prisão de Lula e contra o golpe militar.

Compartilhar no facebook
Compartilhe no seu Facebook!
Compartilhar no twitter
Tuite este artigo!
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no telegram
Telegram
Compartilhar no email
Email
Compartilhar no reddit
Reddit
Compartilhar no facebook
Compartilhe
Compartilhar no twitter
Tuite este artigo!
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email
Compartilhar no reddit
Relacionadas