Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email
Compartilhar no reddit

Como uma das principais medidas que se aprofundam sendo caracterizadas como os piores ataques contra os trabalhadores e toda a população brasileira, é a verdadeira entrega de uma das maiores riquezas naturais do país, o petróleo. Já são cerca de 22% do petróleo nacional entregue ao capital estrangeiro, a cada dia a participação de companhias estrangeiras é crescente, em contra partida a participação da Petrobrás retrocedeu em 3,7 pontos percentuais na produção nacional.

Esse é mais um reflexo direto do golpe de Estado, com uma produção que já ultrapassa 600 mil barris de petróleo por dia, esse número já tende a se aproximar de 1 milhão de barris por dia, sendo eles todos extraídos por outras companhias petroleiras e não pela estatal brasileira, Petrobrás. Isso demonstra o principal objetivo dos golpistas ao darem o golpe: acabar com toda a riqueza nacional, destruindo em massa as estatais mais importantes do país, e o maior expoente disso se dá na Petrobrás.

Um dos aspectos disso está na entrega do Pré-Sal que simplesmente foi vendido a preço de banana aos grandes capitalistas, é exatamente isso, uma entrega direta aos tubarões do imperialismo que de todo jeito tentam destruir toda a riqueza nacional gerada, a típica política de terra arrasada que vem para acabar com qualquer resquício do desenvolvimento nacional, liquidando todas as estatais.

São bilhões arrancados pelo capital estrangeiro, o que acontece nesse setor é o que pode se chamar de fato como a maior corrupção contra a população brasileira, diferentemente do que se aplica pela operação farsa Lava Jato e por seus defensores. As consequências geradas com a intervenção de empresas privadas na extração do petróleo , reflete diretamente na vida do trabalhador, ao passo que a presença da Petrobrás na produção nacional tem diminuído e sido duramente atacada pelos golpista, que pretendem acabar de vez com a mesma.

É preciso lutar efetivamente contra o golpe, estamos em um momento decisivo onde a mobilização popular está crescente, toda a classe trabalhadora precisa estar organizada e consciente, o golpe foi dado contra o povo e somente será derrubado por ele, intensificando a ação dos comitês de luta contra o golpe e a organização dos trabalhadores em torno da luta.

Compartilhar no facebook
Compartilhe no seu Facebook!
Compartilhar no twitter
Tuite este artigo!
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no telegram
Telegram
Compartilhar no email
Email
Compartilhar no reddit
Reddit
Compartilhar no facebook
Compartilhe
Compartilhar no twitter
Tuite este artigo!
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email
Compartilhar no reddit
Relacionadas