Golpistas iniciam mais um PDV nos Correios para viabilizar a privatização da empresa

correios 1607

Os golpistas que estão controlando os Correios abriram um novo processo de demissão na empresa, que começa agora em maio e tem previsão de terminar no mês de junho.

Com o nome de PDV (Pedido de Demissão Voluntária), a direção golpista dos Correios pretende demitir quase 20 mil trabalhadores da ECT (Empresa Brasileira de Correios e Telégrafos).

O funcionário dos Correios que convencer-se a ser demitido, terá do dia 02 de maio até 12 de junho de 2019 para inscrever-se no programa, e esperar por mais quinze dias para tomar um “pé na bunda” da empresa, em troca de umas quirelas de gratificação.

O alvo principal dos golpistas são os pobres trabalhadores que aposentaram, mas precisam continuar trabalhando para não perder o vale refeição e demais gratificações que são cortadas no ato da aposentadoria.

Outro grupo de trabalhadores a ser atacadado pela demissão “voluntária” serão os de cargos em que a ECT quer a sua extinção, como o de OTT´s (Operador de Triagem e Transbordo) e de Atendente Comercial, já que com o projeto de privatização dos Correios, os trabalhadores que desempenham essas funções serão todos substituídos  por trabalhadores terceirizados, com salários de fome e sem garantia de direitos trabalhistas, como férias, 13° salário etc.

É preciso fazer uma campanha contra o programa de demissão dos golpistas nos Correios, fortalecendo os comitês de luta contra golpe, mobilizando pela organização de comitês dentro dos Correios, pelo Fora Bolsonaro e todos os golpistas, pela Liberdade de Lula, contra a privatização da ECT.