Golpistas estão usando DDA para aumentar percorridas de carteiros na região de Campinas

correio na periferia

Os carteiros da região de Campinas, interior de São Paulo, estão denunciando que o programa de DDA (Distribuição Domiciliar Alternada) criada pela direção golpista da ECT (Empresa Brasileira de Correios de Telégrafos) está sendo usado para aumentar os distritos de entrega de correspondência.

O DDA, inicialmente foi criado para que não houvesse mais entrega diária de cartas, podendo o carteiro alternar os distritos de entrega, no entanto com a falta de funcionários, os carteiros começaram assumir dois, três ou até quatro distritos diferentes na sua jornada diária.

Como os carteiros são compromissados com a população usuária dos Correios, o serviço foi sendo feito nessas condições, e com grande competência, o que levou a direção golpista da ECT a fundir os distritos e transformá-los em percorridas de mais de sete horas de rua, sendo que os carteiros também precisam de mais quatros horas para fazer o trabalho interno de triagem e ordenamento das cartas para serem distribuídas nos seus setores.

Agora os carteiros, apesar de não precisar fazer diariamente o mesmo setor, a sua rota percorrida é bem maior do que a anterior, o que se transformou em uma verdadeira maratona para o carteiro terminar sua jornada.

Com isso aumentou a quantidade de objetos que os carteiros não conseguem entregar, além das doenças causadas pelo excesso de esforço físico nessas percorridas.

É necessária a contratação de milhares de novos funcionários e que os distritos tenham acompanhamento do sindicato para que sejam reduzidos a no máximo três horas de rua, o que se choca com a política de sucateamento e privatização da ECT levada adiante pelo governo golpista.

É preciso mobilizar na base da categoria, contra a paralisia das direções sindicais frente à ofensiva da direita golpista. Abaixo a superexploração aos carteiros através do DDA. não à privatização dos Correios. Fora Bolsonaro e todos os golpistas.