Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email
Compartilhar no reddit

Desde que deram o golpe no governo de Dilma Rousseff do PT, através do impeachment fraudado, os golpistas que estão controlando a ECT (Empresa Brasileira de Correios e Telégrafos) trabalham dia e noite para destruir essa empresa e entregar seu espólio aos parasitas capitalistas do mercado postal.

O direitista Guilherme Campos, presidente golpista da ECT, vem cometendo verdadeiras barbaridades contra a empresa, a começar pelos ataques aos trabalhadores dos Correios, que são os responsáveis pela excelência do serviço que a empresa presta a população brasileira.

Campos realizou em sua intervenção, três planos demissão (PDI – Pedido de demissão incentivado), diminuindo  em mais de 10 mil o número de funcionários, quando a empresa precisaria dobrar o seu contingente para dar conta da demanda existente hoje no país.

Extinguiu o e-sedex, serviço de sedex via online, uma das mercadorias da empresa considerada “galinha que bota ovos de ouro” dos Correios, para facilitar a vida dos concorrentes, que vão dominar a venda de serviços de entregas de encomendas pela internet.

Fechou várias agências em cidades afastadas, diminuindo ainda mais o campo de atuação da ECT, enquanto estuda a possibilidade de entregar mais serviços as agências franquiadas.

Colocou a entrega de correspondência em datas alternadas para aumentar ainda mais a insatisfação do cliente com os Correios, buscando levar a opinião pública a aceitar a entrega desse patrimônio do povo aos grandes capitalistas, através da privatização da ECT.

Não investe um centavo em infraestrutura, veículos e mobiliário na empresa, sucateando o patrimônio ao ponto de acontecer incêndios de grande dimensão, como o que ocorreu em fevereiro desse ano, que destruiu o CTCE (Centro de Triagem de Cartas e Encomendas) de Fortaleza no Ceará.

Na administração dos golpistas, a ECT está pagando mais de 250 milhões de reais em indenização a clientes dos Correios que tiveram suas correspondências ou encomendas extraviadas ou receberam com atraso.

Diante do desmonte da ECT pelos golpistas e a ameaça de privatização dos Correios é necessária uma campanha nacional em defesa da empresa pública dos Correios, conjuntamente com a luta contra o golpe de Estado que está dominando o país.

Compartilhar no facebook
Compartilhe no seu Facebook!
Compartilhar no twitter
Tuite este artigo!
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no telegram
Telegram
Compartilhar no email
Email
Compartilhar no reddit
Reddit
Compartilhar no facebook
Compartilhe
Compartilhar no twitter
Tuite este artigo!
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email
Compartilhar no reddit
Relacionadas